Dois projetos: os anos de formação de Manfredo Tafuri

  • Rafael Urano Frajndlich Universidade Estadual de Campinas. Departamento de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo.
Palavras-chave: Arquitetura moderna. História da arquitetura. Teoria da arquitetura. Tafuri, Manfredo, 1935-1994. Arquitetura italiana.

Resumo

Diante de sua ampla contribuição como historiador, é fácil esquecer que Manfredo Tafuri (1935-1994) teve uma breve atividade como arquiteto no primeiro quinquênio dos anos 60. Durante o período, o então jovem intelectual conciliou teoria e prática, algo impensável posteriormente, até que uma sucessão de conflitos políticos o levou à renúncia, não só do projeto, mas de um primeiro arcabouço histórico. Longe de ter sido uma atividade auxiliar em seus estudos, a prática projetual foi para o jovem Tafuri uma frente política de transformação, câmara de decantação de seus estudos de história e filosofia, no qual testavam-se diversas hipóteses de suas premissas historiográficas ainda em constituição. Parte-se de suas primeiras publicações como estudante em Roma, em 1960, até o livro Teorias e História da Arquitetura, de 1968, em que o autor rompe definitivamente com a noção de arquiteto historiador. Objetiva-se com este artigo captar a transformação teórica pela qual passa a obra do autor nos anos 60, procurando revelar um movimento entre dois projetos políticos e duas interpretações dos usos da história na arquitetura, revisitando os desenhos e pesquisas iniciais da carreira de Tafuri, e como eles ecoaram em sua trajetória posterior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Urano Frajndlich, Universidade Estadual de Campinas. Departamento de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo.
http://lattes.cnpq.br/8717888176449255

Referências

BURNS, Howard. “‘Questo’: disegni e studi di Manfredo Tafuri per la ricostruzione di edifici e contesti urbanirinascimentali”, In: BEDON, Anna, BELTRAMINI, Guido e BURNS, Howard, ‘Questo’: disegni e studi di Manfredo Tafuri per la ricostruzione di edifici e contesti urbani rinascimentali. Vicenza: CISA, 1995, p. 15.

Cf. LIPSTADT, Hélène e MENDELSOHN, Harvey, “Philosophy, History and Autobiography: Manfredo Tafuri

COLOMINA, Beatriz. “Le Corbusier and Photography”, In: Assemblage, n. 4, 1987, pp. 6-23.

TAFURI, Manfredo, citado por OCKMAN, Joan. “Venice and New York”. In: Casabella, n. 619-620, p. 67. 089 pósartigos • p. 072-089 and the unsurpassed lesson of Le Corbusier”. In: Assemblage, 22, 1994, p. 73.

Associazione studenti e architetti. In. L’Architettura cronache e storia, n. 45, p. 211, 1959.

AYMONINO, Carlo. Origini e sviluppo della città moderna. Tradução para o espanhol: Orígenes y desarrollo de la ciudad moderna. Barcelona: Gustavo Gili, 1972.

BEDON, Anna; BELTRAMINI, Guido; BURNS, Howard, ‘Questo’: disegni e studi di Manfredo Tafuri per la ricostruzione di edifici e contesti urbani rinascimentali. Vicenza: CISA, 1995.

COHEN, Jean-Louis. La coupure entre architectes et intellectuals, ou les enseignements de l’italophilie. In: In Extenso, v.1, 1984.

COLOMINA, Beatriz. Le Corbusier and photography. Assemblage, Cambridge, n. 4, p. 6-23, 1987.

DELLA VOLPE, Galvano. La questione cruciale dell’Architettura odierna. In: Critica del gusto, Milão: Feltrinelli, 1966, p. 161-162.

DELLA VOLPE, Galvano. Sulla dialettica. In: Logica come scienza storica. Roma: Editori Riuniti, 1969.

FRAJNDLICH, Rafael Urano. Tafuri: tempo da cidade longínqua. 2014. 199 f. São Paulo. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, 2014.

HISTORY AS PROJECT: AN INTERVIEW WITH MANFREDO TAFURI.,Entrevista de Manfredo Tafuri concedida a

I mercatti della cultura, entrevista de Manfredo Tafuri concedida a Françoise Very. Casabella, Milão, n. 619-620, p. 36-45, 1995.,

LEACH, Andrew. Choosing history : a study of Manfredo Tafuri’s theorisation of architectural history and architectural history research. 2005. Tese (Doutorado) -Universitait Ghent, Ghent, 2005.

LIPSTADT, Hélène; MENDELSOHN, Harvey. Philosophy, history and autobiography: Manfredo Tafuri and the unsurpassed lesson of Le Corbusier. Assemblage, Cambridge, n. 22, p. 58-103. 1994.

Luisa Passerini. ANY: Being Manfredo Tafuri, n. 25, 26, p. 10-69, 2000.

OCKMAN, Joan. Venice and New York. Casabella, Milão, n. 619-620, p. 56-71, 1995.

PACI, Enzo. Tempo e relazione. Milão: Il Saggiatore, 1965.

PEREIRA, Wilcon J. Della Volpe, São Paulo: Ática, 1979.

ROSA, Federico. Progetto e critica dell’urbanistica moderna: I primi anni di attività di Manfredo Tafuri. 2003. Tesi di laurea - : IUAV, Veneza, 2003.

SEGURA, Manuel López. Neoliberty & Co. The Architectural Review against 1950s Italian historicism. Cuadernos de Proyectos Arquitectónicos n. 4, p. 136-139, 2013.

TAFURI, Manfredo. L’architettura del Manierismo nel ‘500 europeo. Roma: Officina, 1966.

TAFURI, Manfredo. L’architettura moderna alla luce dei problemi attuali, Facoltà di Architettura dell’Università di Palermo, Corso di composizione architettonica II: Palermo, 1966-67.

TAFURI, Manfredo. La nuova dimensione urbana e la funzione dell’utopia. L’Architettura cronache e storia, vol. 124, p. 680-683, 1966.

TAFURI, Manfredo. Ludovico Quaroni e lo sviluppo dell’architettura moderna in Italia. Milão: Comunità, 1964.

Publicado
2016-07-04
Como Citar
Frajndlich, R. (2016). Dois projetos: os anos de formação de Manfredo Tafuri. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 23(39), 72-89. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v23i39p72-89
Seção
Artigos