Estação Ferroviária de Mairinque: o projeto e as intervenções

  • Amanda Bianco Mitre Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU). São Carlos, SP
  • Telma de Barros Correia Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU). São Carlos, SP
Palavras-chave: Arquitetura Brasileira. Art Nouveau. Victor Dubugras. Estação Ferroviária de Mairinque.

Resumo

Na segunda metade do século XIX e início do XX, a arquitetura viveu o desafio de responder às demandas e às inovações técnicas e estéticas associadas à realidade industrial emergente. Esse panorama de transformações e experimentações formais associou-se, entre outras coisas, à difusão do Art Nouveau. No Brasil, o estilo teve pouca apropriação por parte dos arquitetos, obtendo notoriedade, contudo, na arquitetura produzida por Victor Dubugras. Grande parte dos projetos concebidos pelo arquiteto incorporava uma linguagem que associava uma expressiva desenvoltura, no que se refere à articulação da formulação estética com o desenvolvimento construtivo, síntese encontrada em um de seus projetos mais simbólicos e representativos: a Estação Ferroviária de Mairinque. O presente artigo faz uma leitura das características plásticas e construtivas dessa edificação. Investiga, também, de que forma um conjunto de intervenções realizadas no prédio comprometeu a concepção original do projeto como um elemento único, sóbrio e coeso. Mostra como, tombado, o arcabouço do prédio está preservado, mas a composição sutil de seus espaços e detalhes – cores, texturas, esquadrias etc. – foi perdida e, com ela, talvez, a principal qualidade do projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Telma de Barros Correia, Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU). São Carlos, SP

Referências

BARILLI, Renato. Art Nouveau. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

BRUAND, Yves. Arquitetura Contemporânea no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1997.

CHAMPIGNEULLE, Bernard. A Arte Nova. São Paulo: Verbo/Edusp,1984.

COLIN, Silvio. Uma introdução à arquitetura. Rio de Janeiro: Uapê, 2006.

CONDEPHAAT. Processo de Tombamento da Estação de Mairinque n° 24383/86. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 1986.

FINGER, Anna Eliza. Um século de estradas de ferro: arquiteturas das ferrovias no Brasil entre 1852 e 1957. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

GIEDION, Sigfried. Espaço, Tempo e Arquitetura – O desenvolvimento de uma nova tradição. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

GIESBRECHT, Ralph Mennucci. Estações Ferroviárias do Brasil. 2013. Disponível em: http://www.estacoesferroviarias.com.br/m/mairinque.htm. Acesso em: 08 de dez. 2015.

JUNIOR, Pujol. Uma estação modelo. Revista Polytechnica. São Paulo: Grêmio da Escola Politécnica de São Paulo v. 4, n. 22, p. 187-192, 1908.

KÜHL, Beatriz Muyagar. Arquitetura do Ferro e Arquitetura Ferroviária em São Paulo – Reflexões sobre sua preservação. São Paulo. Ateliê Editorial: Fapesp: Secretaria da Cultura, 1998.

LYNCH, Kevin. A Imagem da Cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MIYOSHI, Alex. Victor Dubugras, arquiteto dos caminhos. 2012. Disponível em: http://www.unicamp.br/chaa/rhaa/downloads/Revista%2012%20-%20artigo%204.pdf. Acesso em: 15 dez. 2015

MOTTA, Flávio Lichtenfelds. São Paulo e o Art Nouveau. In: MARTINS. Maria Lúcia Refinetti Rodrigues (Org.) Vila Penteado 1902-2012: Pós-Graduação 40 anos. São Paulo: 2012.

PEVSNER, Nikolaus. Os pioneiros do desenho moderno: de William Morris a Walter Gropius. Rio de Janeiro: Ulisseia, 1979. p. 23-30.

REIS FILHO, Nestor Goulart. Racionalismo e Proto-Modernismo na obra de Victor Dubugras. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1997.

REIS FILHO, Nestor Goulart. Victor Dubugras: Precursor da arquitetura moderna na América Latina. São Paulo: Edusp, 2005.

SECRETARIA DA CULTURA. 2014. Edital Proac nº 13/2014 - RESTAURAÇÃO DE IMÓVEIS TOMBADOS PELO CONDEPHAAT. Disponível em: http://www.cultura.sp.gov.br/portal/site/SEC/menuitem.743e24c3aed90ec40fc55410e2308ca0/?vgnextoid=05b01bf6f29f7410VgnVCM1000008936c80aRCRD#.VsyEysfJ-CQ. Acesso em 20 de jan. 2016

TOLEDO, Benedito Lima de. Victor Dubugras e as atitudes de renovação em seu tempo. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1985.

Publicado
2017-08-31
Como Citar
Mitre, A., & Correia, T. (2017). Estação Ferroviária de Mairinque: o projeto e as intervenções. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 24(43), 112-125. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v24i43p112-125
Seção
Artigos