Das neue Frankfurt

  • Juan Antonio Zapatel Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC.
Palavras-chave: May, Ernst (1886-1970). Siedlung. Frankfurt. Howard, Ebenezer (1850- 1928). Cidade-jardim. Habitação moderna.

Resumo

A Siedlung é um assentamento habitacional construído na década entre 1925 e 1931 que possibilita novas formas de expansão urbana em Frankfurt. Sob o ideário da cidade-jardim como meio de difusão da cidade no campo, as Siedlungen são construídas em áreas residenciais de baixa densidade entremeadas com áreas verdes e bosques. Mediante a análise e a identificação das qualidades urbanas entre a cidade tradicional, enquanto forma urbana homogênea, abrangente e fechada,contraposta a cidade industrial, enquanto forma heterogênea, indefinida, e fragmentada, os arquitetos alemães desenvolvem na Siedlung distintas formas de racionalização urbana em resposta ao crescimento de Frankfurt. Do desenho da casa à cidade, a Siedlung em Frankfurt exemplifica as tentativas mais importantes de racionalização da cidade industrial. A racionalização do projeto e os meios tecnológicos constituem um saber-projetar e um saber-fazer indissociáveis, definindo-se na produção e expressão arquitetônica novos parâmetros qualitativos e quantitativos, com a construção de 15 mil unidades habitacionais. O potencial dos meios de produção possibilitou o trato de problemas urbanos em distintas escalas de intervenção, conferindo ao arquiteto o papel de agente de grandes transformações urbanas. O plano diretor de Frankfurt coordenado por Ernst May introduz a descentralização e a zonificação à escala metropolitana, sob processos de intervenção em que questões de âmbito urbano geral e particular são tratados em planos setoriais, sob intervenções específicas a cada área urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BORNGRÄBER, Christian. The social impact of the New Architecture. Architectural Association Quarterly, v.2, n. 1, 1979. p.39.

HALL, Peter. “La ciudad en el jardín”. In: Ciudades del manãna. Historia del urbanismo en el siglo XX. Barcelona: Serbal, 1996, p.97-145.

HOWARD, Ebenezer. Cidades-jardins de amanhã. São Paulo: Hucitec, 1996. 211p.

PANERAI, P.; CASTEX, J.; DEPAULE, J. “El Nuevo Frankfurt y Ernst May; 1925-1930”. In: Formas urbanas: de la manzana al bloque. Barcelona: GG, 1986, p.107-130.

ROWE, Peter G. Modernity and housing. Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 1993. 408 p.

Publicado
2017-04-28
Como Citar
Zapatel, J. A. (2017). Das neue Frankfurt. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 24(42), 64-73. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v24i42p64-73
Seção
Artigos