Mário de Andrade e Aloísio Magalhães: Dois personagens e a questão do patrimônio cultural brasileiro

  • Marcelo de Brito Albuquerque Pontes Freitas Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Resumo

O artigo mostra como foi construída a noção de patrimônio cultural no Brasil, tom ando por referência o pensam ento de dois intelectuais que, em momentos distintos, estiveram engajados na política de preservação deste patrimônio: Mário de Andrade e Aloísio Magalhães. Para isto, observa-se suas trajetórias institucionais junto aos aparelhos de Estado responsáveis pela preservação do patrimônio cultural brasileiro, identificando, a partir da análise de documentos, as formas de articulação de seus pensamentos com o processo de constituição deste patrimônio e, conseqüentemente, da memória nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo de Brito Albuquerque Pontes Freitas, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Aluno de doutorado - FAUUSP

Referências

ANDRADE, Mário de. A lição do amigo: cartas de Mário de Andrade a Carlos Drummond de Andrade. Rio de Janeiro: Record, 1988.

ANDRADE, Mário de. Cartas de trabalho: correspondência com Rodrigo Mello Franco de Andrade, 1936-1945. Brasília: SPHAN/Pró-Memória, 1981.

ANDRADE, Rodrigo M. F. de. Rodrigo e o SPHAN. Rio de Janeiro: MinC/SPHAN/Pró-Memória, 1987.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia da Letras, 1986.

BRASIL. CONGRESSO NACIONAL. Constituição Federal de 1988. Decreto-Lei n. 25, de 30 de novembro de 1937. Brasília: Centro Gráfico do Congresso Nacional (Organiza a proteção do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

BRASIL. CONGRESSO NACIONAL. CPI do Patrimônio. In: Diário do Congresso Nacional, seção I, ano XXXVII, suplemento ao n. 90. Brasília: 01 de julho de 1982.

BRASIL. CNRC. Quatro anos de trabalho do Centro Nacional de Referência Cultural. Brasília: Centro Gráfico do Congresso Nacional, 1979.

BRASIL. CNRC. Bases para um trabalho sobre o artesanato brasileiro hoje. Brasília: Centro Gráfico do Congresso Nacional, s/data.

DASSIN, Joan Rosalie. Política e poesia em Mário de Andrade. São Paulo: Duas Cidades, 1978.

FALCÃO, Joaquim. Governo federal e patrimônio cultural. Folha de S. Paulo, São Paulo, 24 de jun. 1990.

FREITAS, Marcelo de Brito A. P. Dos monumentos arquitetônicos aos sítios históricos urbanos: um estudo sobre a evolução do padrão de intervenção estatal nos sítios históricos no Brasil. Recife, 1992. Dissertação (Mestrado) - MDU/Universidade Federal de Pernambuco.

MAGALHÃES, Aloísio. E triunfo? A questão dos bens culturais no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; Brasília: Fundação Nacional Pró-Memória, 1985.

MAGALHÃES, Aloísio. Bem cultural é fator de desenvolvimento, entrevista com Aloísio Magalhães. Boletim do IPHAN, n. 4, p. 11 -12, jan./fev. 1980.

MAGALHÃES, Aloísio. O papel do patrimônio cultural no futuro da Nação. Boletim SPHAN/Pró-Memória. Brasília, n. 17, p. 13-14, mar./abr. 1982.

MICELI, Sérgio. O processo de ‘construção institucional’ na área cultural federal (anos 70). Estado e cultura no Brasil. São Paulo: Difel, 1984, p. 58-83.

Ml LET, Vera. A teimosia das pedras (um estudo sobre a preservação do patrimônio ambiental no Brasil). Recife, 1984. Dissertação (Mestrado) - MDU/Universidade Federal de Pernambuco, 1984.

MORAES, Eduardo Jardim de. Modernismo revisitado. In: Estudos Históricos, v. 1, n. 2. Rio de Janeiro: Vértice-Revista dos Tribunais, 1988, p. 220-238.

SANDRONI, Carlos. Mário contra Macunaíma: cultura e política em Mário de Andrade. São Paulo: Vértice, 1988.

SCHWARTZMAN et al. Tempos de Capanema. Rio de Janeiro: Paz e Terra; São Paulo: Edusp, 1984.

SOARES, Lélia Gontijo. Mário de Andrade e o folclore. In: Mário de Andrade e a Sociedade de Etnografia e Folclore, no Departamento de Cultura da Prefeitura o Município de São Paulo, 1936-1939. Rio de Janeiro: FUNARTE, Instituto Nacional do Folclore; São Paulo: Secretaria Municipal de Cultura, 1983, p. 07-13.

Publicado
1999-09-19
Como Citar
Freitas, M. de B. (1999). Mário de Andrade e Aloísio Magalhães: Dois personagens e a questão do patrimônio cultural brasileiro. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (7), 71-93. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i7p71-93
Edição
Seção
nao definida