Continuidade temporal e unidade espacial em modelos digitais: a busca da eficiência do projeto de construções

  • Marcelo Eduardo Giacaglia Universidade de São Paulo; Faculdade de Arquitetura e Urbanismo; Departamento de Tecnologia da Arquitetura
Palavras-chave: CAD, projeto assistido por computador, eliminação da redundância, interoperabilidade, generalização semântica, modelo único de edificação

Resumo

Este trabalho introduz os requisitos da continuidade temporal e da unidade espacial, necessários para que se possa eliminar a redundância de informação nos projetos. A redundância de informação, em geral, e no projeto, em especial, além de resultar em maiores custos de manutenção (das cópias), favorece a ocorrência de erros de inconsistência. O requisito da continuidade temporal traduz-se pela capacidade de comunicar o modelo digital entre fases de um projeto e/ou entre diferentes aplicativos de um sistema CAD, sem ambigüidade ou perda de informação e de lidar com a crescente complexidade do projeto. O requisito da unidade espacial traduz-se pela capacidade de manipular o objeto do projeto como um modelo único e de representar, corretamente, os elementos de um projeto em função da vista e escala de apresentação. O sistema CAD ideal deve ser capaz de manipular um modelo único o qual possa ser gradualmente detalhado, desde a etapa criativa até a de detalhamento executivo. Deverá também permitir a correta representação de seus elementos em função da vista e escala de apresentação indicadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2005-06-01
Como Citar
Giacaglia, M. (2005). Continuidade temporal e unidade espacial em modelos digitais: a busca da eficiência do projeto de construções. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (17), 62-75. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i17p62-75
Seção
Artigos