Praia de Iracema e a revitalização de seu patrimônio histórico

  • Sabrina Studart Fontenele Costa
Palavras-chave: Requalificação, áreas históricas, intervenção urbana

Resumo

A praia de Iracema se desenvolveu a partir da instalação do porto exportador de produtos cearenses e, apesar de pouco integrado à vida social do centro da cidade, foi fundamental para o crescimento econômico de Fortaleza. Depois da transferência desse equipamento para uma outra área da cidade, seus edifícios - armazéns e casas comerciais ligados às atividades portuárias - ficaram abandonados. Somente em meados da década de 90 a região começou a receber fortes investimentos governamentais - obras de grande porte que transformaram a realidade espacial da área. Em 1998, o governo do estado, buscando consolidar seu desempenho na área, estimulou a intervenção do Programa Cores da Cidade em diversos edifícios históricos da área. Assim, parte do patrimônio arquitetônico da área teve suas fachadas restauradas e seus interiores adaptados para usos novos, principalmente de lazer e turismo. A restauração dos antigos edifícios gerou uma forte especulação imobiliária que afastou parte da antiga classe artística e estimulou o aparecimento de bares, restaurantes e boates. Essas novas atividades contribuíram para consolidar a praia de Iracema como o maior pólo de turismo de Fortaleza. Este artigo busca realizar um breve panorama do tratamento dado ao patrimônio arquitetônico localizado na antiga área portuária de Fortaleza.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2005-12-01
Como Citar
Costa, S. (2005). Praia de Iracema e a revitalização de seu patrimônio histórico. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (18), 48-59. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i18p48-59
Seção
Artigos