Dinâmicas do uso e ocupação do solo no território metropolitano de Lisboa 1940-2001

  • Pedro George Universidade Técnica de Lisboa; Faculdade de Arquitectura; Departamento de Urbanismo
  • Sofia Morgado Universidade Técnica de Lisboa; Faculdade de Arquitectura de Lisboa; Departamento de Urbanismo da
Palavras-chave: Área metropolitana de Lisboa, processos de urbanização, loteamentos, polarização, centralidades, matricialidade

Resumo

Com uma metodologia que se pretende rigorosa e precisa (cartografia sempre oficial, georeferenciação sistemática, verificação cruzada sempre que possível) o trabalho de pesquisa propõe a construção de imagens da ocupação urbana e rural dos territórios municipais da Área Metropolitana de Lisboa (AML) nas quatro datas possíveis: 1942, 1965, 1991 e 2001. Uma vez estabelecidas as imagens, tenta-se uma descrição da evolução do uso do solo na AML, em cada um dos períodos tipificados nessas datas. Em cada capítulo, correspondente a cada período, destaca-se primeiro o contexto geral (político, socio-económico, jurídico) em traços largos para, em seguida se descrever/interpretar os processos de urbanização propriamente ditos e a consequente evolução da dinâmica dos usos do solo. Em uma terceira parte apresenta-se o que foi possivel identificar, manifesto nas imagens dos processos esboçados no discurso interpretativo. Deve realçar-se que se trata aqui dos resultados iniciais e embrionários de uma pesquisa que, no entanto, manifesta grande potencial como geradora de instrumentos para a compreensão do processo de urbanização da maior aglomeração urbana portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AAVV. (Coord. João Ferrão) 2002, As Regiões Metropolitanas Portuguesas no Contexto Ibérico, (Instituto de Ciências Sociais – Universidade de Lisboa), (Estudos/5) DGOTDU – Direcção Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano, Lisboa 2002.

AAVV (Dir. Antonio Font, Francesco Indovina, Nuno Portas), 2004, L’explosió de la ciutat. Morfologies, mirades i mocions sobre les transformacions territorials recents en les regions urbanes de l’Europa Meridional, COAC publicacions – Forum 2004, Barcelona.

AAVV, 2003, Movimentos Pendulares e Organização do Território Metropolitano 1991-2001. Área Metropolitana de Lisboa e Área Metropolitana do Porto, Instituto Nacional de Estatística/ Ministério das Obras Públicas, Transportes e Habitação – Auditoria Ambiental; Gabinete de Estudos e Planeamento.

AAVV (Coord. António Fonseca Ferreira), 1999, Plano Estratégico da Região de Lisboa, Oeste e Vale do Tejo. 2000-2010, O Horizonte da Excelência, CCRLVT – Comissão de Coordenação Regional de Lisboa e Vale do Tejo, Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território, Lisboa.

AAVV, 2002, Planos Regionais de Ordenamento do Território, Sociedade e Território. Revista de Estudos Urbanos e Regionais, Porto, n. 34.

AAVV, 2001, Território e Administração. Gestão de Grandes Áreas Urbanas, Actas do Seminário, Universidade Nova de Lisboa/ Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa/ Centro de Estudos Urbanos e Regionais do Instituto Superior Técnico/ Grupo de Urbanismo e Planeamento Municipal do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, Lisboa.

AAVV, 1999, Tipologia Socio Económica da Área Metropolitana de Lisboa, Instituto Nacional de Estatística – Área Metropolitana de Lisboa.

AAVV, 2002. Urbanismo & Ordenamento do Território. Balanço dos anos 1970-2000, Sociedade e Território, Revista de Estudos Urbanos e Regionais, Porto, n. 33.

BRUNO SOARES, Luís Jorge, 2003. Ordenamento e planeamento do território no contexto metropolitano. In: Ordenamento e Planeamento do Território, Atlas da Área Metropolitana de Lisboa. Área Metropolitana de Lisboa, Lisboa.

BRUNO SOARES, Luís Jorge; FONSECA FERREIRA, António; GUERRA, Isabel, 1985. Urbanização Clandestina da Área Metropolitana de Lisboa. Metrópoles e Micrópoles, Sociedade & Território. Revista de estudos urbanos e regionais, Porto: Edições Afrontamento, n. 3.

BARATA SALGUEIRO, Teresa, 2001. Lisboa, periferias e centralidades. Oeiras: Celta Editora.

FERRÃO, João, 2003. Para uma Área Metropolitana de Lisboa Cosmopolita e Responsável. In: Futuro, Atlas da Área Metropolitana de Lisboa. Área Metropolitana de Lisboa, Lisboa.

FONT, Antonio; LLOP, Carles; VILANOVA, Josep, 1999. La construcció del territori metropolità. Morfogènesi de la regió urbana de Barcelona. Àrea Metropolitana de Barcelona-Mancomunitat de municipis.

GASPAR, Jorge, 2003. Inserção da Área Metropolitana de Lisboa no País, na Península Ibérica e na Europa. In: Enquadramento Geográfico, Atlas da Área Metropolitana de Lisboa. Área Metropolitana de Lisboa, Lisboa.

GASPAR, Jorge. 1993. As Regiões Portuguesas. Lisboa: Edição Ministério do Planeamento e da Administração do Território/ Secretaria de Estado do Planeamento e Desenvolvimento Regional.

GONÇALVES, Fernando, 1989. Evolução Histórica do Direito do Urbanismo em Portugal (1851-1988). In: Direito do Urbanismo. Lisboa: INA.

RIBEIRO, Orlando, 1992. Portugal. O Mediterrâneo e o Atlântico. Lisboa: Edições Sá da Costa, 1993.

PORTAS, Nuno; DOMINGUES, Álvaro; CABRAL, João, et al, 2004. Políticas Urbanas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

TENEDÓRIO, José António (Dir. e Coord.), 2003. Atlas da Área Metropolitana de Lisboa. Área Metropolitana de Lisboa. Lisboa.

Publicado
2005-12-01
Como Citar
George, P., & Morgado, S. (2005). Dinâmicas do uso e ocupação do solo no território metropolitano de Lisboa 1940-2001. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (18), 94-115. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i18p94-115
Seção
Artigos