Habitação coletiva e cidade: invenção sem ruptura

  • Leandro Medrano Universidade Estadual de Campinas; Faculdade de Engenharia Civil , Arquitetura e Urbanismo
Palavras-chave: Habitação coletiva, arquitetura contemporânea, crítica e arquitetura, modernidade, pós-modernidade, teoria da arquitetura

Resumo

Desde o final do século passado, o "retorno à cidade", anunciado em diversos meios, tem sido objeto de estudos e propostas nos campos do urbanismo e da arquitetura. Temas como a renovação dos centros urbanos, a criação de bairros, as habitações de interesse social e a sustentabilidade urbana estão em evidência no discurso pela reativação do sentido da pólis. Entretanto, tais ações, em seus exemplos mais emblemáticos, vêm acompanhadas por excêntricas ocupações do território, bem como da manipulação de suas estruturas sociais pretéritas. Este artigo pretende rever algumas posições teóricas sugeridas a partir da segunda metade do século 20 e que parecem ressurgir em arquiteturas e projetos urbanos contemporâneos. O objetivo é identificar conceitos e metodologias apropriados a essas intervenções, essencialmente, "em contexto". Apresentarei exemplos, idealizados entre os anos 50 e 90, situados à sombra dos grandes objetos engendrados pelo star-system da arquitetura globalizada, mas representam hipóteses distanciadas das insustentáveis megaarquiteturas difundidas e exploradas como grandes ícones contemporâneos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-12-01
Como Citar
Medrano, L. (2010). Habitação coletiva e cidade: invenção sem ruptura. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (28), 54-71. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i28p54-71
Seção
Artigos