Palcos e bastidores (ainda sobre córregos ocultos)

  • Vladimir Bartalini Universidade de São Paulo; Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Palavras-chave: Córregos ocultos, espaços públicos, paisagem urbana

Resumo

Ao prestígio dos lagos situados nos principais parques urbanos da cidade de São Paulo, contrapõe-se o desconhecimento ou o descaso em relação aos córregos responsáveis pela formação daqueles valores paisagísticos. À medida que se processou a urbanização dos bairros cortados por esses cursos d'água, eles foram tubulados e enterrados a ponto de desaparecerem por completo. Hoje, apenas pelos lagos suas águas participam da paisagem. No entanto, restam, no caminho, resíduos das operações de ocultação que denunciam a presença dos córregos. Os estudos realizados para os casos dos parques do Ibirapuera e da Aclimação revelam as possibilidades de unir esses dois importantes espaços de lazer dos paulistanos por meio dos percursos dos córregos que alimentam os respectivos lagos. Desse modo, abrem-se não só alternativas para pedestres e ciclistas, mas também oportunidades para vivificar a memória dos sítios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AB’SABER, Aziz, N. Geomorfologia do sítio urbano de São Paulo. São Paulo: Ateliê Editorial, 2007. Edição fac-similar – 50 anos.

DOREA, Augusta Garcia Rocha. Aclimação. São Paulo: Secretaria Municipal de Cultura, v. 19, 1982. Série História dos Bairros de São Paulo.

GARDIM, Gomes (Org.). Planta geral da capital de São Paulo, 1897.

GEGRAN, Sistema Cartográfico Metropolitano da Grande São Paulo – vôo atualizado em 1974. São Paulo: Sara Brasil, 1974.

MARTINS, Antonio Egydio. São Paulo antigo. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1911.

MENDES, Renato da Silveira. Os bairros da zona sul e os bairros ocidentais. In: AZEVEDO, Aroldo de. A cidade de São Paulo. Estudos de geografia urbana. São Paulo: Companhia Editora Nacional, v. III, 1958.

SANT’ANNA, Denise Bernuzzi. Cidade das águas. Usos de rios, córregos, bicas e chafarizes em São Paulo (1822-1901). São Paulo: Senac, 2007.

SARA BRASIL S. A. Mappa topographico do município de São Paulo. São Paulo: Sara Brasil, 1930.

SOCIARTE. Iconografia paulistana em coleções particulares. São Paulo: Museu da Casa Brasileira, 1999.

TORRES, Maria Celestina Teixeira Mendes. Ibirapuera. São Paulo: Novos Horizontes, 1977.

VASP Aerofotogrametria S. A.; CRUZEIRO DO SUL S. A., Serviços Aerofotogramétricos. Município de São Paulo, São Paulo: Casp/Cruzeiro do Sul, 1954.

Publicado
2010-12-01
Como Citar
Bartalini, V. (2010). Palcos e bastidores (ainda sobre córregos ocultos). Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (28), 72-102. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i28p72-102
Seção
Artigos