O conceito de aura, de Walter Benjamin, e a indústria cultural

  • Bráulio Santos Rabelo de Araújo Universidade de São Paulo; Faculdade de Direito
Palavras-chave: Indústria cultural, Walter Benjamin, cultura e tecnologia

Resumo

Trata-se de uma análise do texto A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica, de 1935, de Walter Benjamin, no qual o autor analisa as alterações provocadas pelas novas técnicas de produção artística na esfera da cultura, e desenvolve, como elemento principal, a tese de a reprodutibilidade técnica provocar a superação da aura pela obra de arte. Tendo como apoio o contraste do texto de Benjamin com o texto A indústria cultural: O esclarecimento como mistificação das massas, de Theodor Adorno e Max Horkheimer, de 1947, e a observação da produção do cinema, da música e do livro (artes necessariamente reprodutíveis), este artigo (a) analisa a tese da superação do conceito de aura pela obra de arte na era da reprodutibilidade técnica, (b) contrasta essa tese com a reflexão sobre indústria cultural de Adorno e Horkheimer e com as características da obra de arte produzida no decorrer do século 20 e início do século 21, e (c) apresenta as contribuições que podem ser retiradas dessa análise para a atual reflexão a respeito dos impactos da Internet e das tecnologias digitais sobre a produção cultural contemporânea. Como resultado principal e do qual decorre outras conclusões, o artigo considera que as técnicas analisadas por Benjamin, apesar de terem tornado a obra de arte independente de um substrato único, não a emanciparam de seu caráter aurático. Os elementos centrais da aura (autenticidade e unicidade) não foram superados, mas, ao contrário, adaptaram-se às mudanças técnicas, adaptação essa que ocorreu em torno da industrialização, a qual marcou a produção cultural no século 20.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-12-01
Como Citar
Araújo, B. (2010). O conceito de aura, de Walter Benjamin, e a indústria cultural. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (28), 120-143. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i28p120-143
Seção
Artigos