São Paulo e sua área central: planos, políticas e programas recentes

  • Luiz Guilherme Rivera de Castro Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Palavras-chave: Área central, planejamento urbano, políticas urbanas, requalificação.

Resumo

A área central da cidade de São Paulo tem sido objeto de proposições urbanísticas que têm colocado como objetivo sua requalificação, segundo diferentes abordagens e enfatizando diferentes aspectos. O presente artigo examina um conjunto de documentos que registram o ideário das políticas públicas preconizadas para o centro da cidade, desde a publicação do Plano Urbanístico Básico (PUB) em 1969 até a Lei da Operação Urbana Centro em 1997. Nos documentos examinados são identificados os objetivos explícitos, os principais conceitos norteadores, as diretrizes e as estratégias propostas para a intervenção na área central. Com base nessa identificação, propõe-se uma periodização tendo por base diferentes abordagens e objetivos e são discutidas as delimitações e conceituações de área central. Finalmente, são discutidos alguns aspectos associados à formulação de políticas para a área central, destacando o papel que o ideário de colaboração entre o setor público e o setor privado vem desempenhando nas proposições mais recentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Guilherme Rivera de Castro, Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Arquiteto, mestre em arquitetura e urbanismo pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Referências

ASSOCIAÇÃO VIVA O CENTRO. São Paulo Centro XXI – Entre história e projeto. São Paulo: Associação Viva o Centro, 1994.

AZEVEDO, Aroldo de (Org.). A cidade de São Paulo – Estudo de geografia urbana. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1958.

BARBOSA, Paulo Roberto Amaral. Ação Centro. Boletim Técnico da CET, São Paulo: CET, n. 8, 1978. DE BEM, José Paulo. A Sé e os espaços públicos centrais. 2002. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

CAMPOS NETO, Cândido Malta. Os rumos da cidade: Urbanismo e modernização em São Paulo. 1999. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

CASTRO, Luiz Guilherme Rivera de. A estruturação recente da área central da cidade de São Paulo: Planos, políticas e programas, de 1969 a 1997. 1998. Dissertação (Mestrado) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 1998.

CORDEIRO, Helena Khon. O centro da metrópole paulistana — Expansão recente. 1976. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 1976.

CORREA, João Batista Martinez et al. Concurso Nacional de Idéias para um Novo Centro de São Paulo. São Paulo: Promon, 1997.

EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo. Plano Metropolitano da Grande São Paulo de 1993 / 2010. São Paulo: GESP-SPG/Emplasa, 1993.

EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo. Secretaria dos Negócios Metropolitanos (SNM), Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla). Bens culturais arquitetônicos no município e na região metropolitana de São Paulo. São Paulo: SNM; Emplasa; Sempla, 1984.

EMPLASA – Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo. Terminais da área central – Estudo preliminar. São Paulo: Emplasa, 1980. (Edição limitada)

FRÚGOLI JR., Heitor. Centralidade em São Paulo: Trajetórias, conflitos e negociações na metrópole. São Paulo: Cortez, Edusp, Fapesp, 2000.

GRUPO EXECUTIVO DA GRANDE SÃO PAULO. GEGRAN. Plano Metropolitano de Desenvolvimento Integrado – PMDI. São Paulo: Gegran, 1971.

GRUPO EXECUTIVO DA GRANDE SÃO PAULO. Programa de Ação Imediata de Transportes e Tráfego (PAITT): Relatório Institucional e Relatório Intermediário (v.1 - ago. 1971); Relatório Final (v. 2 - dez. 1971). São Paulo: Gegran, 1971.

HARVEY, David. Condição pós-moderna – Uma pesquisa sobre a origem da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 1994.

HARVEY, David. Do gerenciamento ao empresariamento: A transformação da administração urbana no capitalismo tardio. Espaço e Debates, n. 39, p. 48-64, 1996.

HARVEY, David. The urban experience. Oxford: Basil Blackwell, 1989.

HMD – HOCHTIEF; MONTREAL; DECONSULT. Metrô de São Paulo — Sistema integrado de transporte rápido coletivo da cidade de São Paulo; Estudos socioeconômicos, de tráfego e de viabilidade econômico-financeira (v.1); Estudo técnico, pré-projeto de engenharia (v.2). São Paulo: HMD, s/d.

KOWARIK, Lúcio; ROLNIK, Raquel; SOMEKH, Nadia (Ed.). São Paulo, crise e mudança. São Paulo: PMSP/Brasiliense, s/d.

LEFÉVRE, José Eduardo de Assis. O transporte público como agente transformador da estruturação do centro da cidade de São Paulo. 1986. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1986.

LEME, Maria Cristina da Silva (Coord.). Urbanismo no Brasil – 1895-1965. São Paulo: Studio Nobel/ FUPAM, 1999.

LEME, Maria Cristina da Silva (Coord. ReVisão do plano de Avenidas. Um estudo sobre o planejamento urbano de São Paulo, 1930. 1990. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1990.

MAIA, Francisco Prestes. Estudo de um plano de avenidas para a cidade de São Paulo. São Paulo: Melhoramentos, 1930.

MEYER, Regina M. Prosperi et al. Uma perspectiva traçada pelo urbanismo, URBS, n. 2, out. 1997.

MEYER, Regina M. Os centros das metrópoles – Reflexões e propostas para a cidade democrática do Século XXI. São Paulo: AVC, Imprensa Oficial do Estado, Terceiro Nome, 2001.

MEYER, Regina M. Metrópole e urbanismo: São Paulo anos 50. 1991. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbansimo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.

MEYER, Regina M. Prosperi; GROSTEIN, Marta Dora (Coord.). Memória do Encontro Centro XXI: Preparatório do Seminário Internacional: Anais. São Paulo: Associação Viva o Centro, 1995.

MÜLLER, Nice Lecocq. A área central da cidade. In: AZEVEDO, Aroldo de. A cidade de São Paulo – Estudo de geografia urbana. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 1958.

OTTONI, Dácio A. B. São Paulo, Rio de Janeiro — Aspectos da formação de seus espaços centrais. 1972. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1972.

PASSOS, Maria Lúcia Perrone (Org.). Os campos do conhecimento e o conhecimento da cidade. Cadernos de História de São Paulo. São Paulo: Museu Paulista da Universidade de São Paulo, n. 1, 1992.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Emurb – Empresa Municipal de Urbanização. Cartilha da Área Central. São Paulo: Emurb, ago. 1997.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Câmara Municipal. Lei n. 11.090/ 91. Lei da Operação Urbana Anhangabaú. Diário Oficial do Município de São Paulo. DOMSP, São Paulo, SP, 17 set. 1991, p. 1.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Câmara Municipal. Lei n. 12.349/97. Lei da Operação Urbana Centro. In: Cartilha da área central. 2. Ed. São Paulo: PMSP/Emurb, 2000. p. 18-25.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Câmara Municipal. Lei n. 7.688/71. Lei do Plano diretor de desenvolvimento integrado (PDDI). Diário Oficial do Município de São Paulo – DOMSP, São Paulo, SP, 31 dez. 1971, p. 1, retificada em 16 jan. 1972, p. 15.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. COGEP – Coordenadoria Geral de Planejamento. Política de Desenvolvimento da Área Central (datado de set. 1976; revisado em set. 1978) in: Série Políticas Globais. São Paulo: PMSP-Cogep, n. 2, p. 56-73, s/d.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. COGEP – Coordenadoria Geral de Planejamento. Plano Integrado da Área Central – Relatório informativo dos elementos de conhecimento. São Paulo: PMSP/Cogep, 1976. (Mimeografado).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. COGEP – Coordenadoria Geral de Planejamento. Projeto Centro: Edifícios de Valor Histórico e Paisagístico PR-025/2. São Paulo: PMSP/Cogep 1975b. (Mimeografado).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. COGEP – Coordenadoria Geral de Planejamento. Projeto Centro – Investigações preliminares PR-025/1. São Paulo: PMSP/COGEP, 1975a. (Mimeografado).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. COGEP – Coordenadoria Geral de Planejamento. Ruas de pedestres. São Paulo: PMSP; Cogep, s/d. (Mimeografado).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. SEHAB – Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano, ProCentro, IAB – Instituto dos Arquitetos do Brasil. Concurso Nacional de Idéias para um Novo Centro da Cidade de São Paulo — Edital e Termo de Referência. São Paulo: PMSP/SEHAB/ProCentro/IAB, 1996.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento. Cadernos de Planejamento PMSP/SEMPLA. Diário Oficial do Município de São Paulo, 24 dez. 1992 (suplemento).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento. Plano Diretor do Município de São Paulo: 1985-2.000. São Paulo: PMSP-SEMPLA, 1985.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento. Plano Diretor do Município de São Paulo. Diário Oficial do Município de São Paulo, ano 36, n. 50, 16 mar. 1991 (suplemento)

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento. Plano Diretor do Município de São Paulo. Diário Oficial do Município de São Paulo, n. 137, 24 jul. 1987 (suplemento).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. SEMPLA – Secretaria Municipal de Planejamento. Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado do Município de São Paulo – PDDI-II: objetivos e diretrizes gerais. São Paulo: PMSP/SEMPLA, 1982.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Plano Urbanístico Básico de São Paulo – PUB. São Paulo: PMSP, 1969 (versão integral com 6 v.).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Plano Urbanístico Básico de São Paulo – PUB. São Paulo: PMSP, 1969 (versão para divulgação).

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PMSP. Programa de Requalificação Urbana e Funcional do Centro de São Paulo (ProCentro). Diário Oficial do Município de São Paulo, n. 131, 15 jul. 1993 (suplemento).

PRETECEILLE, Edmond. Paradigmas e problemas das políticas urbanas. Espaço e Debates, Ano X, n. 29, p. 54-67, 1990.

ROLNIK, Rachel. São Paulo. São Paulo: Publifolha – (Folha Explica), 2001.

SANTOS, Milton. Metrópole corporativa e fragmentada: O caso de São Paulo. São Paulo: Nobel/SEC, 1990.

SIMÕES JÚNIOR, José Geraldo. Anhangabaú: História e urbanismo. 1995. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.

SÓCRATES, Jodete Rios. PDDI — São Paulo, 1971 – Uma oportunidade perdida. 1993. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

SOMEKH, Nádia. A cidade vertical e o urbanismo modernizador: São Paulo, 192-1939. São Paulo: Edusp/Studio Nobel/Fapesp, 1997.

SOMEKH, Nádia. A (des)verticalização de São Paulo e o plano diretor da cidade. PÓS – Revista de Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo. São Paulo: FAUUSP, v. 1, n. 2, p. 77-84, dez. 1992.

SOMEKH, Nádia. A (des)verticalização de São Paulo. 1987. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1987.

TOLEDO, Benedito Lima de. Prestes Maia e as origens do urbanismo moderno em São Paulo. São Paulo: Empresa das Artes, 1996.

TOLEDO, Benedito Lima de. São Paulo: Três cidades em um século. São Paulo: Duas Cidades, 1981.

VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel/Fapesp / Lincoln Institute of Land Policy, 1998.

VILLAÇA, Flávio. A estrutura territorial da metrópole sul-brasileira. 1978. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1978.

Publicado
2003-06-20
Como Citar
Castro, L. G. (2003). São Paulo e sua área central: planos, políticas e programas recentes. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 13, 60-85. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v13i0p60-85
Seção
Artigos