A vila olímpica de roma 1960-2011: por um reconhecimento histórico-crítico

  • Simona Salvo Scuola di Architettura e Design di Ascoli Piceno, Università degli Studi di Camerino

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simona Salvo, Scuola di Architettura e Design di Ascoli Piceno, Università degli Studi di Camerino
É arquiteta, com especialização em Restauro de Monumentos pela Università degli Studi di Roma La Sapienza, onde também fez seu doutorado e desenvolve atividades didáticas, desde 1995. A partir de 2005, foi professora da Scuola di Architettura e Design di Ascoli Piceno, Università degli Studi di Camerino, onde era responsável pela disciplina de Restauro Arquitetônico, transferindo-se para a Sapienza em 2012. Desde
1997, desenvolve atividades profissionais de projeto e supervisão de obras de restauro de bens culturais, para variados órgãos públicos, tendo participado do grupo de trabalho para a restauração das fachadas e recuperação funcional do Edifício Pirelli, de Gio Ponti, em Milão (2003). Tem consistente produção científica publicada no campo da restauração, com especial atenção à preservação da arquitetura moderna; entre suas publicações mais recentes, destacam-se: Il Padiglione Bonucci di Perugia. Storia e restauro di un monumento dimenticato, Volumnia, Perugia 2010; Il palazzo delle Federazioni Sportive Nazionali in Roma (P. Carbonara, 1958-1960), Spazio Sport, junho 2010, número monográfico dedicado ao cinquentenário das Olimpíadas de Roma.
Publicado
2012-06-20
Como Citar
Salvo, S. (2012). A vila olímpica de roma 1960-2011: por um reconhecimento histórico-crítico. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 19(31), 210-230. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v19i31p210-230
Seção
Conferência na FAUUSP