Fotografia na Amazônia Brasileira: considerações sobre o pioneirismo de Christoph Albert Frisch (1840-1918)

  • José Leonardo Homem de Mello Gâmbera Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia Humana.
Palavras-chave: Amazônia Brasileira. Fotografia. História. Christoph Albert Frisch. Fotografia documentária (Amazônia).

Resumo

Este artigo discute a importância das fotografias como documento histórico, apresentando algumas das primeiras fotografias da Amazônia brasileira de que se tem notícia, feitas pelo alemão Christoph Albert Frisch, em 1865, a serviço da Casa Leuzinger. As fotografias podem ser olhadas por uma análise iconográfica descritiva e uma interpretação iconológica em busca do significado, rumo a uma compreensão maior da imagem como documento fotográfico.Destacando a memória visual da Amazônia brasileira, trazemos uma seleção de sete imagens da expedição fotográfica de Christoph Albert Frisch, que em seu acervo original compreende um total de 98 fotografias. A pesquisa fotográfica permite que nos deparemos com o passado visual que pertence à humanidade, norteou as gerações passadas em sua apreensão do mundo e hoje nos mostra informações sobre os lugares, as relações entre os homens, as relações dos homens com seu meio, e a construção dos olhares sobre os lugares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Leonardo Homem de Mello Gâmbera, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia Humana.
Geógrafo em sua formação acadêmica e cineasta em sua experiência profissional, é um inquieto sobre a relação homem-natureza e sempre procurou unificar os saberes ambientais com as artes audiovisuais. É coordenador de pós-produção da Java2G Produções Artísticas e mestrando do Departamento de Geografia Humana da FFLCH-USP, com pesquisa sobre o uso do audiovisual na educação, com enfoque em meio ambiente, Geografia e interdisciplinaridade.

Referências

AGASSIZ, Jean Louis Rodolph; AGASSIZ, Elizabeth Cary. Viagem ao Brasil: 1865-1866. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2000. 516 p.

ANDRADE, Joaquim Marçal Ferreira de. Preciosidades do acervo: as primeiras fotografias da Amazônia. Resultado de uma expedição fotográfica pelo Solimões ou Alto Amazonas e Rio Negro, realizada por conta de G. Leuzinger, Rua do Ouvidor 33 e 36, pelo Sr. A. Frisch, descendo o rio num barco com dois remadores, desde Tabatinga até Manaus. Anais da Biblioteca Nacional, v. 122, p. 339-362, 2002.

BLOCH, Marc. Introdução à História. 2ª ed. Lisboa: Publicações Europa-América, 1974. 289 p.

CHIARELLI, Domingos Tadeu. História da arte / história da fotografia no Brasil - século XIX: algumas considerações. Ars (São Paulo), v. 3, n. 6, p. 78-87, 2005. Disponível em: http://migre.me/gmyLw. Acesso em: 22 out. 2013.

COSTA, Kelerson Semerene. Apontamentos sobre a formação histórica da Amazônia: uma abordagem continental. Rio de Janeiro: FLACSO-Brasil, jun. 2009. 25 p. (Série Estudos e Ensaios – Ciências Sociais)

DE TACCA, Fernando. O índio na fotografia brasileira: incursões sobre a imagem e o meio. Histoìria, Ciências, Sauìde – Manguinhos, v. 18, n. 1, p. 191-223, 2011.

FERREZ, Gilberto. A fotografia no Brasil (1840 - 1900). Rio de Janeiro: Fundação Nacional de Arte, Fundação Nacional Pró-Memória, 1985. 248 p.

GREGORIO, Vitor Marcos. O progresso a vapor: navegação e desenvolvimento na Amazônia do século XIX. Nova Economia (Belo Horizonte), v. 19, n. 1, p. 185-212, 2009.

KOSSOY, Boris. Dicionário histórico-fotográfico brasileiro: fotógrafos e ofício da fotografia no Brasil (1833-1910). São Paulo: Instituto Moreira Salles, 2002. 405 p.

KOSSOY, Boris. Fotografia e paisagem - o explícito e o oculto nas representações fotográficas. Revista de Comunicação e Linguagens, n. 39, p. 133-142, jun. 2008.

KOSSOY, Boris. Fotografia e história. 3ª ed. Cotia: Ateliê Editorial, 2009. 184 p.

LUTTEMBARCK, Cecília. Retratos do selvagem: as fotografias zoológicas da segunda metade do século XIX. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - ANPUH, 26., 2011, São Paulo. Anais... São Paulo, 2011. 17 p.

MAUAD, Ana Maria. Imagens de um outro Brasil: o patrimônio fotográfico da Amazônia oitocentista. Locus: Revista de História, v. 16, n. 2, p. 131-153, 2010. Disponível em: http://www.editoraufjf.com.br/revista/index.php/locus/article/viewFile/1056/899. Acesso em: 10 mar. 2013.

MEIRELLES FILHO, João. Grandes expedições à Amazônia brasileira (1500-1930). São Paulo: Metalivros, 2009. 241 p.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. A fotografia como documento - Robert Capa e o miliciano abatido na Espanha: sugestões para um estudo histórico. Tempo - Revista do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, v. 7, n. 14, p. 131-151, 2003.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. Fontes visuais, cultura visual, história visual: balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História, v. 23, n. 45, p. 11-36, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbh/v23n45/16519.pdf. Acesso em: 10 mar. 2013.

MOREL, Marcos. Cinco imagens e múltiplos olhares: ‘descobertas’ sobre os índios do Brasil e a fotografia do século XIX. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 8, p. 1039-1058, 2001.

RICCI, Magda. Cabanagem, cidadania e identidade revolucionária: o problema do patriotismo na Amazônia entre 1835 e 1840. Tempo - Revista do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, v. 11, n. 22, p. 5-30, 2007.

SANTOS, Renata. A imagem gravada: a gravura no Rio de Janeiro entre 1808 e 1853. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2008. 143 p.

VASQUEZ, Pedro Karp. A. Frisch: ladrão de almas na Amazônia Imperial. Piracema - Revista de Arte e Cultura, v. 1, n. 1, p.90-95, 1993.

VASQUEZ, Pedro Karp. Fotógrafos alemães no Brasil do século XIX. São Paulo: Metalivros, 2000. 203 p.

VASQUEZ, Pedro Karp. O Brasil na fotografia oitocentista. São Paulo: Metalivros, 2003. 295 p.

TURAZZI, Maria Inez. Poses e trejeitos: a fotografia e as exposições na era do espetáculo (1839/1889). Rio de Janeiro: Rocco, 1995. 309 p.

Publicado
2013-12-30
Como Citar
Gâmbera, J. L. (2013). Fotografia na Amazônia Brasileira: considerações sobre o pioneirismo de Christoph Albert Frisch (1840-1918). Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 20(34), 180-197. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v20i34p180-197
Seção
Artigos