Inventar o passado, construir o futuro: São Paulo entre nacionalismos e cosmopolitismos nas primeiras décadas do século 20

  • Joana Mello de Carvalho e Silva Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
  • Ana Claudia Veiga de Castro Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Palavras-chave: São Paulo. Nacionalismo. Cosmopolitismo. Modernismo. História cultural.

Resumo

O artigo aponta como a questão do estilo mais adequado para São Paulo estava inserida no debate autorizado de engenheiros e arquitetos, ao mesmo tempo em que animava a discussão entre intelectuais e o público leigo. A partir dos textos do jornalista e escritor modernista Menotti del Picchia (1892-1988) e do arquiteto russo Gregori Warchavchik (1896-1972), publicados sobretudo no jornal Correio Paulistano, bem como os do escritor e editor Monteiro Lobato (1884-1948) e do engenheiro português Ricardo Severo (1869-1940), veiculados n’O Estado de S. Paulo, e ainda das crônicas do crítico e poeta Mário de Andrade (1893-1945), divulgadas no Diário Nacional, percebe-se que o tema da fisionomia daquela cidade em plena marcha de progresso alimenta a construção do discurso acerca da nacionalidade e da modernidade artística, nas primeiras décadas do século 20. Tal debate ocorre em um campo de investigação e experimentação artísticas intensas, que se dá no embate entre a idealização universalista, a defesa radical da modernidade artística, o tradicionalismo conservador e o patriotismo tacanho. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joana Mello de Carvalho e Silva, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Arquiteta e urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, mestre pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP (2005) e doutora pela FAUUSP (2010). Professora do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP e da Escola da Cidade. Autora dos livros Ricardo Severo: da arqueologia portuguesa à arquitetura brasileira. São Paulo: Annablume/Fapesp, 2007, e O arquiteto e a produção da cidade: a experiência de Jacques Pilon (1930-1960). São Paulo: Annablume/Fapesp, 2012. Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP.

 

Ana Claudia Veiga de Castro, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Arquiteta e urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, mestre e  doutora pela mesma instituição. Professora do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP, e autora do livro A São Paulo de Menotti del Picchia: arquitetura, arte e cidade nas crônicas de um modernista. São Paulo: Alameda Editorial/ Fapesp, 2008). Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP

 

Publicado
2015-02-24
Como Citar
Silva, J., & Castro, A. C. (2015). Inventar o passado, construir o futuro: São Paulo entre nacionalismos e cosmopolitismos nas primeiras décadas do século 20. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 21(36), 24-53. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v21i36p24-53
Seção
Artigos