Origens do movimento pós-moderno em Minas Gerais

  • Matteo Santi Cremasco Universidade de Coimbra
Palavras-chave: Pós-modernismo. Arquitetura pós-moderna em Minas Gerais. Éolo Maia.

Resumo

Este ensaio procura apresentar os principais condicionantes históricos do movimento pós-moderno em Minas Gerais,destacando o processo de abertura política e cultural após os anos de chumbo, a crise econômica, a articulação e a atualidade dos círculos intelectuais mineiros, o clima favorável à renovação nas artes e na arquitetura em Belo Horizonte, no final da década de 1970, e a atuação do arquiteto Éolo Maia. Além disso, são analisados dois exemplos construídos, a saber, a Casa Arquiepiscopal, em Mariana, e a Rainha da Sucata, em Belo Horizonte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matteo Santi Cremasco, Universidade de Coimbra

Doutorando pelo Departamento de Arquitetura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e pela Fakultät Architektur und Urbanistik da Bauhaus-Universität Weimar. Mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais. Atua na área de Fundamentos da Arquitetura e do Urbanismo, com ênfase em Teoria da Arquitetura Contemporânea

Referências

CALDEIRA, Altino Barbosa. Algumas verdades e mentiras sobre Éolo Maia. Arquitextos. São Paulo, 03.029, Vitruvius, outubro de 2002. Disponível em: http://www.vitruvius.com. br/revistas/read/arquitextos/03.029/737. Acesso em: 25 jan. 2013.

COLLIN, Sílvio. Pós-modernismo: repensando a arquitetura. Rio de Janeiro: Uapê, 2004. 196 p.

COMAS, Carlos Eduardo Dias. Casa do Arcebispo em Mariana, projeto de Éolo Maia, Jô Vasconcellos e Sylvio de Podestá. Arquitextos. São Paulo, Vitruvius, outubro de 2002. Disponível em: http://www.vitruvius.com. br/revistas/read/arquitextos/03.029/741. Acesso em: 25 jan. 2013.

FAUSTO, Boris. História concisa do Brasil. 2ª ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006. 328 p.

FISHER, Sylvia. Reflexões sobre o pós-modernismo. Arquitextos. São Paulo, 03.029, Vitruvius, outubro de 2002. Disponível em: http://www.vitruvius.com. br/revistas/read/arquitextos/03.029/741. Acesso em: 25 jan. 2013.

FURTADO, Celso. O longo amanhecer: reflexões sobre a formação do Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999. 116 p.

GARCIA, Alexandre Brasil; MACIEL, Carlos Alberto. Liberdade patropi. Arquitextos. São Paulo, 03.029, Vitruvius, outubro de 2002. Disponível em: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/03.029/738. Acesso em: 25 jan. 2013.

GASPARI, Elio. A ditadura envergonhada. São Paulo: Companhia das Letras, 2002a. 464 p.

GASPARI, Elio. A ditadura escancarada. São Paulo: Companhia das Letras, 2002b. 507 p.

GASPARI, Elio. A ditadura derrotada. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. 538 p.

GASPARI, Elio. A ditadura encurralada. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. 525 p.

GHIRARDO, Diane. Arquitetura contemporânea: uma história concisa. [trad. Maria Beatriz de Medina]. 2ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2009. (Coleção Mundo da Arte). 320 p.

MAIA, Éolo; VASCONCELLOS, Maria Josefina de. Éolo Maia. Jô Vasconcellos. Página oficial. Disponível em: http://www.eolojo.com.br. Acesso em: 25 jan. 2013.

MAIA, Éolo; VASCONCELLOS, Maria Josefina de; PODESTÁ, Sylvio Emrich de. 3 arquitetos. 2ª ed. Belo Horizonte: Cultura, 1985. 164 p.

MAXWELL, Kenneth. Conjuração mineira: novos aspectos. Estudos Avançados. São Paulo, v. 3, n. 6, p. 4-24, 1989.

PAMPULHA. Belo Horizonte: Caminho Novo Empresa Jornalística e Panela; Instituto dos Arquitetos do Brasil, Seção Minas Gerais. 176 p. 1979-1980. Bimestral.

PAMPULHA. Belo Horizonte: Panela Sociedade Civil. 1980-1984. Bimestral. PODESTÁ, Sylvio Emrich de. Sylvio E. de. Podestá Arquitetura. Página oficial. Disponível em: http://www.podesta. arq.br. Acesso em: 25 jan. 2013.

REIS FILHO, Daniel Aarão; ROLLEMBERG, Denise. A ditadura, as artes e a cultura. Disponível em: http://www.memoriasreveladas.arquivonacional.gov.br/campanha/censura-nas-manifestacoesartisticas. Acesso em: 11 jan. 2013.

ROSSI, Aldo. A scientific autobiography. Cambridge, MA; Londres: The MIT Press, 1981. 119 p.

SALVATORI, Elena. Arquitetura no Brasil: ensino e profissão. Arquiteturarevista. São Leopoldo, v. 4, n. 2, p. 52-77, 2008.

SANTA CECÍLIA, Bruno Luiz Coutinho. Éolo Maia: complexidade e contradição na arquitetura brasileira. Belo Horizonte: Editora da Universidade Federal de Minas Gerais, 2006. 205 p.

SEGAWA, Hugo. Arquiteturas no Brasil 1900-1990. 2ª ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002. 224 p.

SEGAWA, Hugo. Pós-mineiridade revisitada: Éolo Maia. Revista MDC. Campinas, n. 4, dezembro de 2008. Disponível em: http://revistamdc.files.wordpress.com/2008/12/mdc04txt-01.pdf. Acesso em: 25 jan. 2013.

SEGRE, Roberto. Éolo Maia (1942-2002). A perda do “gambá” maior. Arquitextos. São Paulo, 03.029, Vitruvius, outubro de 2002. Disponível em: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/03.029/736. Acesso em: 25 jan. 2013.

SPADONI, Francisco. Dependência e resistência: transição na arquitetura brasileira nos anos de 1970 e 1980. Arquitextos. São Paulo, 09.102, Vitruvius, novembro de 2008. Disponível em: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/09.102/91. Acesso em: 25 jan. 2013.

VASCONCELLOS, Sylvio de. Arquitetura, arte e cidade: textos reunidos. [Org. Celina Borges Lemos]. Belo Horizonte: BDMG Cultural, 2004. 384 p.

VENTURA, Zuenir. 1968: o ano que não terminou. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. 284 p.

VILANOVA ARTIGAS, João Batista. As idéias do velho mestre. In: VILANOVA ARTIGAS, João Batista. Caminhos da arquitetura. [Org. Rosa Artigas e José Tavares Correia de Lira]. 4ª ed. São Paulo: Cosac Naify, 2004, 234 p. (Entrevista concedida a Paulo Markun).

ZEIN, Ruth Verde. Acerca da arquitetura mineira (em muitas fotos e alguns breves discursos). Projeto. São Paulo, n. 81, p. 100-113, 1985.

Publicado
2015-02-24
Como Citar
Cremasco, M. (2015). Origens do movimento pós-moderno em Minas Gerais. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 21(36), 70-83. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v21i36p70-83
Seção
Artigos