Do aço aos carros: processos de industrialização e formação de classe no Sul Fluminense

  • Marcela Rabello Centelhas Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Samantha de Andrade Gifalli Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Thiago Brandão Peres Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: trabalho, trabalhadores, sindicalismo, cultura de direitos, conflito

Resumo

Pretendemos realizar uma abordagem comparativa entre duas experiências deindustrialização, ocorridas na região Sul do estado do Rio de Janeiro. Nosso estudoexaminou processos de formação da classe trabalhadora, tanto no caso da implantaçãoda Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), nos anos 1940-1950; quanto no daVolkswagen Ônibus e Caminhões (VW), nos anos 1990-2000. Analisaremos o conjuntode mecanismos e estratégias utilizados pelo Estado e pelas empresas para constituiçãode uma força de trabalho, as implicações destes nas condições de vida e de trabalho dostrabalhadores e em suas práticas organizativas e mobilizatórias. A atividade de pesquisautiliza métodos quantitativos e qualitativos. Consultamos bibliografia especializada dasCiências Sociais, jornais e periódicos da rede mundial de computadores e da BibliotecaNacional, bem como depoimentos de atores sociais. Também teremos como suporte osdados de perfil coletados em dois surveys (2001 e 2009) realizados pelo Núcleo deEstudos Trabalho e Sociedade (NETS/IFCS/UFRJ) com os trabalhadores da VW e dasempresas participantes do consórcio modular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Rabello Centelhas, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e bolsista IC/CNPQ no Núcleo de Estudos Trabalho e Sociedade (NETS/IFCS/UFRJ) sob orientação do professor Marco Aurélio Santana.
Samantha de Andrade Gifalli, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Graduanda em ciências sociais pela UFRJ. Atualmente atua como bolsista de iniciação científica no Núcleo de estudos sobre trabalho e sociedade (NETS) na UFRJ sob orientação de Marco Aurélio Santana.
Thiago Brandão Peres, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Thiago Brandão Peres é graduando do curso de Ciências Sociais no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS/UFRJ). Bolsista de iniciação científica CPNq/PIBIC, integra o Núcleo de Estudos Trabalho e Sociedade (NETS/IFCS/UFRJ) sob a orientação do Professor Dr. Marco Aurélio Santana. Possui experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia do Trabalho e Sociologia do Desenvolvimento.
Publicado
2013-06-19
Como Citar
Centelhas, M., Gifalli, S., & Peres, T. (2013). Do aço aos carros: processos de industrialização e formação de classe no Sul Fluminense. Primeiros Estudos, (4), 11-23. https://doi.org/10.11606/issn.2237-2423.v0i4p11-23