Do multi ao bilateralismo

história e conjuntura das políticas externa e de segurança dos EUA para a América Latina.

Palavras-chave: Segurança, América Latina, Política Externa, Estados Unidos, Cooperação

Resumo

O presente artigo analisa o engajamento dos Estados Unidos da América (EUA) na América Latina, enquadrando como foco da análise o campo da segurança hemisférica. A partir de uma perspectiva que combina história e conjuntura, identificamos duas lógicas principais de projeção dos interesses de segurança estadunidenses sobre a região: o multi e o bilateralismo. Associamos tais lógicas à conjuntura e à permeabilidade dos países da região às agendas estadunidenses em diferentes momentos, tomando como referência fontes documentais e a literatura corrente. Assim sendo, organizamos o trabalho em quatro seções: Na primeira delas, destacamos o lugar da segurança na construção da hegemonia dos EUA sobre o continente; em seguida apresentamos de modo sucinto os principais conceitos empregados na análise, como as Seguranças Coletiva, Cooperativa e Multidimensional. A terceira seção sumariza a evolução histórica da cooperação regional em segurança e, por fim, são apresentadas algumas considerações finais sobre a temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Meneghim Donadelli, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)

Doutoranda em Relações Internacionais no Programa de Pós-Graduação “San Tiago Dantas” (UNESP/UNICAMP/PUC-SP), pesquisadora do Grupo de Estudos de Defesa e Segurança Internacional (GEDES). E-mail: laura_donadelli@hotmail.com.

Matheus de Oliveira Pereira, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)

Doutorando em Relações Internacionais no Programa de Pós-Graduação “San Tiago Dantas” (UNESP/UNICAMP/PUC-SP), pesquisador do Grupo de Estudos de Defesa e Segurança Internacional (GEDES) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos sobre os Estados Unidos (INCT-INEU). E-mail: matheus.mop@gmail.com.

Referências

ABDUL-HAK, Ana Patrícia Neves. O Conselho de Defesa Sul-Americano: objetivos e interesses do Brasil (CDS). Brasília: FUNAG, 2013.

AYERBE, Luís Fernando. Os Estados Unidos e a América Latina: A construção da hegemonia. São Paulo: Editora UNESP, 2002

BRENNER, Philip; HERSHBERG, Eric. Washington e a ordem hemisférica: explicações para a continuidade em meio à mudança. Lua Nova, São Paulo, 90: 37-63, 2013

BRAGA, Camila; BABO, Thiago; VILLA, Rafael. Segurança Regional. IN: SAINT-PIERRE, Héctor Luis; VITELLI, Marina Gisela. (Orgs.) Dicionário de segurança e defesa. São Paulo: Editora Unesp Digital, 2018.

CASTAÑEDA, Jorge. Latin America’s Left Turn. Foreign Affairs. v. 85, n. 3, p. 2843. Disponível em:< https://www.foreignaffairs.com/articles/south-america/2006-0501/latin-americas-left-turn> Acesso em 20 ago 2019.

COMBLIN, Joseph. A ideologia da segurança nacional: o poder militar na América Latina. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 1978.

COSTA, Wanderley Messias da. Geografia Política e Geopolítica: Discursos sobre o território e o poder. São Paulo: Edusp, 1992.

COX, Robert. Gramsci, Hegemony and International Relations: an essay in method. In: GILL, Stephen (org.) Gramsci, Historical materialism and international relations. New York: Cambridge University Press, 1993.

DIAMINT, Rut. Reforma de las instituciones de seguridad en las Américas. Organización de los Estados Americanos, 1999.

DONADELLI, L. M. Segurança na América do Sul: uma abordagem histórico-conceitual. São Paulo, 2016. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Unesp/Unicamp/PUC-SP.

DONADELLI, L. M. Segurança Multidimensional. IN: SAINT-PIERRE, Héctor Luis; VITELLI, Marina Gisela. (Orgs.) Dicionário de segurança e defesa. São Paulo: Editora Unesp Digital, 2018.

DONADELLI, Laura; PEREIRA, Matheus. Conferências de Ministros da Defesa das Américas. IN: SAINT-PIERRE, Héctor Luis; VITELLI, Marina Gisela. (Orgs.) Dicionário de segurança e defesa. São Paulo: Editora Unesp Digital, 2018.

FERREIRA, Marcos Alan Fagner dos Santos. A política de segurança dos Estados Unidos e a Tríplice Fronteira no pós 11 de setembro: uma análise dos interesses norte-americanos e o posicionamento brasileiro. Tese (Doutorado em Ciência Política). Campinas, 2010.

GUERREIRO, Ramiro Saraiva. Informação para o senhor Presidente da República: Brasil-EUA. Visita presidencial aos EUA. Sistema interamericano. Acervo Saraiva Guerreiro - SG mre 1979.03.20, v. III, n. 127. Brasília, 1982. Disponível no Acervo do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Rio de Janeiro.

HERZ, Monica. Política de segurança dos EUA para a América Latina após o final da Guerra Fria. Estudos Avançados. 16 (46), 2002.

HIRST, Monica. América Latina-EUA em tempos de pós-Guerra Fria. Revista USP, São Paulo, n.84, p. 24-37, dezembro/fevereiro 2009-2010.

HIRST, Monica. Understanding Brazil-United States relations: Contemporary history, current complexities and prospects for the 21st. century. Brasília: FUNAG, 2013.

IANNI, Octavio. A Formação do Estado Populista na América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.

JUNTA INTERAMERICANA DE DEFESA. Estatuto da Junta Interamericana de Defesa. AG/RES. 1 (XXXII-E/06). Washington, 2006.

MATEO, Luiza Rodrigues. A ajuda externa e a formulação da estratégia internacional dos Estados Unidos a partir do 11 de setembro de 2001. Tese (Doutorado em Relações Internacionais). São Paulo, 2017.

MELLO, Leonel Itausu Almeida. Argentina e Brasil: A balança de poder no Cone Sul. São Paulo: Annablume, 1996.

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS. Conselho Permanente. Comissão de Segurança Hemisférica. A Organização dos Estados Americanos e a Junta Interamericana de Defesa. OEA/Ser.G. CP/CSH-264/00 rev. 1. 2000a.

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS. Conselho Permanente. Comissão de Segurança Hemisférica. A Segurança Coletiva na Organização dos Estados Americanos. OEA/Ser.G. CP/CSH-279/00. 2000b. Disponível em: <http://www.oas.org/CSH/portuguese/novosdocsegcolect.asp#5> Acesso em: 09 jan. 2020.

ORGANIZACIÓN DE LOS ESTADOS AMERICANOS. Carta de la Organización de los Estados Americanos. Bogotá, 1948. Disponível em: <http://www.oas.org/es/sla/ddi/docs/tratados_multilaterales_interamericanos_A-41_carta_OEA.pdf> Acesso em: 08 jan. 2020.

ORGANIZACIÓN DE LOS ESTADOS AMERICANOS. Declaração sobre Segurança nas Américas. Cidade do México: 2003.

PECEQUILO, Cristina Soreanu. A Política Externa dos Estados Unidos: continuidade ou mudança? Porto Alegre: Editora UFRGS, 2011.

PECEQUILO, Cristina Soreanu; FORNER, Clarissa Nascimento. Obama e a América Latina (2009/2016): Estagnação ou avanços?. Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD, Dourados, v.6. n.11, jan./jun. 2017.

PEREIRA, Matheus de Oliveira. Controle e Autonomia nas gestões Kirchner e Fernández de Kirchner (2003-2011): a Argentina na construção do Conselho de Defesa Sul-Americano. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais), Universidade Estadual Paulista, 2016.

PINTO, Paulo Cordeiro de Andrade. Diplomacia e política de defesa: o Brasil no debate sobre a segurança hemisférica na década pós-Guerra Fria (1990-2000). Brasília: FUNAG, 2015.

ROJAS ARAVENA, Francisco. América Latina y la seguridad internacional: contribuciones y desafíos para el siglo XXI. Washington: Organización de los Estados Americanos. 1999.

SAINT PIERRE, Héctor Luís; SILVA, Diego Lopes da. Percepções de Segurança Regional no mbito da UNASUL: O Conselho Sul-Americano de Defesa. In: AYERBE, Luis Fernando (Org.). Territorialidades e Entrecruzamentos Geopolíticos na América Latina. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014, v. 1, p. 220-244.

SOUZA, Tamires Aparecida Ferreira. As razões de existência do Conselho Sul-Americano de Defesa da UNASUL. Rev. Carta Inter., Belo Horizonte, v. 11, n. 3, 2016.

SPYKMAN, Nicholas J. America's Strategy in World Politics: The United States and the Balance of Power. New York: Harcout, Brace and Co, 1942.

THE WHITE HOUSE. National Security Strategy. Washington, 2015. Disponível em: <https://obamawhitehouse.archives.gov/sites/default/files/docs/2015_national_security_strategy_2.pdf> Acesso em: 28 ago 2019.

TRINDADE, Antônio Augusto Cançado. O conflito anglo-Argentino no Atlântico Sul e a vigésima reunião de consulta (1982) do tratado interamericano de assistência recíproca. Revista de informação legislativa. V. 20, n. 79. Brasília: 1983

VITELLI, Marina Gisela. Segurança Cooperativa. IN: SAINT-PIERRE, Héctor Luis; VITELLI, Marina Gisela. (Orgs.) Dicionário de segurança e defesa. São Paulo: Editora Unesp Digital, 2018.

Publicado
2019-12-30
Como Citar
Donadelli, L., & Pereira, M. (2019). Do multi ao bilateralismo. Brazilian Journal of Latin American Studies, 18(35), 172-194. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2019.161744
Seção
Artigos