INTEGRAÇÃO FERROVIÁRIA SUL-AMERICANA: POR QUE NÃO ANDA ESSE TREM?

  • Ivanil Nunes Programa Interunidades em Integração da América Latina. Universidade de São Paulo.
Palavras-chave: América do Sul, Relações Internacionais, Política Territorial.

Resumo

Resumo: Considerando-se que, no presente, a integração da infra-estrutura dos mais variados modais é uma tendência irreversível torna-se relevante entender o papel das ferrovias nos fluxos de comércio e de pessoas que circulam na Região, principalmente, a partir do momento em que a integração
econômica sul-americana parece se consolidar. A relevância da análise encontra-se no fato de que o funcionamento de modais de transportes, ou a existência de modais de transportes eficientes, podem ser determinantes para a ampliação das vantagens comparativas e competitivas em determinados setores econômicos dos países sul-americanos, bem como um fator motivador aos fluxos, tanto de pessoas
quanto de comércio, entre esses países.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-12-01
Como Citar
Nunes, I. (2007). INTEGRAÇÃO FERROVIÁRIA SUL-AMERICANA: POR QUE NÃO ANDA ESSE TREM?. Brazilian Journal of Latin American Studies, 6(11), 97-124. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2007.82303
Seção
Artigos