INFLUÊNCIA DAS INSTITUIÇÕES NO DESEMPENHO ECONÔMICO INDUSTRIAL LATINO- -AMERICANO: UM ESTUDO QUANTITATIVO COM DADOS EM PAINEL

Autores

  • Paulo Eduardo Moledo Palombo Universidade Presbiteriana Mackenzie.
  • Antonio Carlos Aidar Sauaia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2011.82482

Palavras-chave:

América Latina, Política econômica.

Resumo

A análise das influências institucionais sobre a conduta empresarial tem, segundo
Eggertsson (1990) e Black (2000), espaço para o uso de novos ferramentais quantitativos. Com a
econometria de dados em painel examinaram-se 24 países da América Latina em 17 anos de
observação. Das quinze variáveis estudadas, sete explicaram o desempenho do PIB industrial:
efetividade da ação governamental (+), qualidade regulatória dos três poderes (–), proporção do
crédito disponível no mercado em relação ao PIB (+), liberdade para comercializar com o exterior (+),
despesas e gastos governamentais em proporção do PIB (–), índice de percepção de corrupção (–) e
população (+) como variável de controle. Tais resultados destacam a importância das instituições
no desempenho do setor industrial latino-americano, no período estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-01

Como Citar

Palombo, P. E. M., & Sauaia, A. C. A. (2011). INFLUÊNCIA DAS INSTITUIÇÕES NO DESEMPENHO ECONÔMICO INDUSTRIAL LATINO- -AMERICANO: UM ESTUDO QUANTITATIVO COM DADOS EM PAINEL. Brazilian Journal of Latin American Studies, 10(19), 132-149. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2011.82482

Edição

Seção

Artigos