Família, filiação, parentalidade

novos arranjos, novas questões

Palavras-chave: família, filiação, homoparentalidade, social, clínica

Resumo

Este artigo pretende analisar questões e desafios importantes e atuais que se colocam com as transformações ocorridas no campo da família, filiação e parentalidade, e a maneira como autores contemporâneos se posicionam em relação a eles. Para isso, serão explorados diversos campos do saber, como psicanálise, sociologia, antropologia e filosofia. Primeiramente, apresentarei e criticarei as ideias de autores que interpretam de modo negativo a emergência de novos arranjos familiares, alguns inclusive criticando as demandas dos homossexuais de união e acesso à filiação. Em seguida, explorarei as propostas de autores que positivam o novo, problematizam pontos e impasses surgidos no social e na clínica, e fazem propostas clínicas para o acolhimento dos pacientes e suas famílias.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-10-08
Como Citar
Pombo, M. (2019). Família, filiação, parentalidade. Psicologia USP, 30, e180204. https://doi.org/10.1590/0103-6564e180204
Seção
Artigos