Sobre o cuidado na saúde: da assistência ao cidadão à autonomia de um sujeito

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/0103-6564e180145

Palavras-chave:

psicologia na saúde, psicanálise, cuidado em saúde, atividade de trabalho, saúde dos trabalhadores

Resumo

Este artigo discute a categoria do cuidado nas ações de saúde na atenção básica, interrogando a predominância de uma oferta e de uma demanda na via assistencial-universalizante. Como resposta, marca a relevância da psicanálise a um cuidado que ultrapassa o cidadão que espera por um serviço de direito, apontando para o direito pelo cuidado ao sujeito na sua singularidade. Acrescentam-se a essa perspectiva os benefícios do campo da psicologia do trabalho, em que a conquista e o fortalecimento da saúde dos próprios trabalhadores se inscrevem como necessidades à sustentabilidade de uma oferta de cuidado para além da aplicação de protocolos normatizadores. Nessa via, a inclusão da psicanálise e da psicologia do trabalho vem somar no exercício do cuidado na saúde, ampliando as perspectivas de atuação dos psicólogos vinculados à atenção básica, ultrapassando o nível de oferta assistencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-08

Como Citar

Roosli, A. C. B. da S., Palma, C. M. de S., & Ortolan, M. L. M. (2020). Sobre o cuidado na saúde: da assistência ao cidadão à autonomia de um sujeito. Psicologia USP, 31, e180145. https://doi.org/10.1590/0103-6564e180145

Edição

Seção

Artigos