Contribuições da antropologia para o estudo da família

  • Cynthia Andersen Sarti Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Família, Estrutura de parentesco, Tabu, Casamento, Antrolopogia Cultural

Resumo

Este artigo aborda a contribuição dos estudos sobre o parentesco para a compreensão do que é a família. Sem pretender dar conta de toda a contribuição antropológica, trata particularmente de como a Antropologia contribuiu para pensar o caráter social (e não natural) da família e a não universalidade do nosso modelo de família nuclear. Destaca o significado do casamento e do tabu do incesto como instituições sociais, sobretudo a partir da obra de Lévi- Strauss, e sua contribuição para o pensamento antropológico sobre o parentesco. A decomposição das diversas relações que compõem o parentesco e a família, tal como apresentada no texto, esclarece que a mudança na família não é um processo totalizante.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1992-01-01
Como Citar
Sarti, C. (1992). Contribuições da antropologia para o estudo da família . Psicologia USP, 3(1-2), 69-76. https://doi.org/10.1590/S1678-51771992000100007
Seção
Artigos Originais