Compreendendo o esquecimento: teorias clássicas e seus fundamentos experimentais

Autores

  • Giovanni Kuckartz Pergher Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Lilian Milnitsky Stein Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0103-65642003000100008

Palavras-chave:

Esquecimento, Memória, Interferência

Resumo

Apresenta-se uma revisão das teorias pioneiras que buscaram explicar o fenômeno do esquecimento, que é aqui considerado como o fenômeno no qual há uma incapacidade de lembrar informações que estavam, anteriormente, disponíveis para serem recordadas. As teorias abordadas são: Deterioração, Interferência, Falha de Recuperação e Esquemas. Também são apresentados alguns efeitos experimentais clássicos que deram suporte empírico a estes modelos sobre o esquecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Como Citar

Pergher, G. K., & Stein, L. M. (2003). Compreendendo o esquecimento: teorias clássicas e seus fundamentos experimentais. Psicologia USP, 14(1), 129-155. https://doi.org/10.1590/S0103-65642003000100008

Edição

Seção

Artigos Originais