O processo de socialização e de solidariedade

  • Paulo de Salles Oliveira Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Socialização, Reciprocidade, Solidariedade, Diferenças, Cultura solidária

Resumo

Vivemos numa sociedade marcadamente individualista e consumista, cujas repercussões interferem nas diversas maneiras como se desenvolve a sociabilidade. Entendê-las demanda esforço, porém mais complexo ainda é o desafio para encontrar modos de superação dos impasses envolvidos nessas questões. Seria possível identificar relações enraizadas e profundas de convivência social, lastreadas na solidariedade e com possibilidade de se expandirem de forma generalizada no seio da sociedade? A discussão parte de conceitos de socialização baseados na verticalidade das interações, passando pelas interpretações em que há espaço para influências recíprocas entre os sujeitos e se encerra com a aproximação entre socialização e cultura solidária, buscando um caminho alternativo. Conquanto ainda modesto, ele é concreto, pois vivenciado por pessoas que estão ao mesmo tempo tão próximas a nós e, muitas vezes, distantes de nossa percepção.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-01
Como Citar
Oliveira, P. (2013). O processo de socialização e de solidariedade. Psicologia USP, 24(2), 303-326. https://doi.org/10.1590/S0103-65642013000200007
Seção
Artigos Originais