Reação conservadora, democracia e conhecimento

  • Flávia Biroli Universidade de Brasília
Palavras-chave: Ofensiva conservadora, democracia, gênero, conhecimento

Resumo

Esse texto caracteriza a ofensiva conservadora contra a agenda da igualdade de gênero e da diversidade sexual. Em seguida, propõe uma reflexão sobre sua conexão com os processos atuais de fechamento da democracia. Por fim, discute brevemente o fato de que a produção de conhecimento nas Ciências Sociais e os processos educativos que abordam as desigualdades de gênero e a diversidade sexual nas escolas se transformaram em alvos preferenciais dessa ofensiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-04-27
Como Citar
Biroli, F. (2018). Reação conservadora, democracia e conhecimento. Revista De Antropologia, 61(1), 83-94. https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2018.145515
Seção
Dossiê – Quem tem medo dos antropólogo(a)s? Dilemas e desafios para a produção e práticas científicas