Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Práticas colaborativas em redes agroecológicas no agreste pernambucano

Pedro Castelo Branco Silveira, Júlia Costa Rosas

Resumo


Este artigo aborda as contribuições das redes agroecológicas para os debates sobre o acesso aos conhecimentos tradicionais. O material empírico que trazemos é o de pesquisa no agreste pernambucano, sobre as redes de produção de conhecimento de que fazem parte agricultores que desenvolvem práticas agroecológicas. Neste campo, agricultores e organizações de assessoria estão envolvidos em uma série de experiências que se baseiam na incorporação de conhecimentos dos agricultores, de técnicos e em testes e experimentos, não necessariamente em bases científicas, de novas práticas agrícolas. O pano de fundo destas experiências é o fortalecimento de propostas ecopolíticas conhecidas como “convivência com o Semiárido” que se afastam de pacotes tecnológicos e se aproximam de modos criativos e colaborativos de praticar conhecimentos.

Palavras-chave


Colaboração, conhecimentos tradicionais, agroecologia, propriedade intelectual, caatinga

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2018.145526

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.