“Questão política”

Programas públicos e acusações entre mediadores

  • Monique Florencio de Aguiar Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Programa público, acusações, questões políticas, declínio de prestígio e instabilidade política

Resumo

O comando de programas públicos por mediadores políticos os dota de recursos que podem proporcionar proeminência política – como foi apontado na literatura. No entanto, busquei demonstrar, neste artigo, como seu controle também pode gerar desqualificações por possibilitar o lançamento de acusações como forma de regular os poderes políticos e solapar lideranças em evidência. Assim, procurei acompanhar como o embate político funcionava na execução de um programa público, retratando o cotidiano da atividade mediadora durante sua execução. Manter-se na posição de maior prestígio como mediador requeria o poder de controlar as opiniões que circulam, lançando dúvidas nem sempre passíveis de comprovação. Honra e desonra correspondiam a sucessos e insucessos no controle da dúvida circulada sobre comportamentos públicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-13
Como Citar
Aguiar, M. (2018). “Questão política”. Revista De Antropologia, 61(2), 124-155. https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2018.148953
Seção
Artigos