Livros e Dabucuris

Continuidades e transformações nas formas de atualizações de diferenças entre os grupos Desana do Alto Rio Negro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2020.169173

Palavras-chave:

Narradores indígenas do Rio Negro, Dabucuri, Desana, Circulação de conhecimentos, Livros

Resumo

O trabalho sistemático de narradores indígenas no noroeste amazônico teve seu principal proponente a coleção Narradores Indígenas do Rio Negro. A publicação desta coleção se insere em uma economia política do conhecimento que opera dentro de um modelo hierárquico de relação social e de produção de diferenças. A finalidade deste artigo é apresentar as ressonâncias encontradas entre a publicação de livros que compõem a coleção Narradores e a festa do dabucuri. Este tipo de análise envolve averiguar de que forma o conteúdo das narrativas míticas e a própria materialidade do livro são utilizados para a atualização de diferenças entre os grupos hierárquicos desana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samir Ricardo Figalli de Angelo, Universidade de São Paulo. Centro de Estudos Ameríndios

Samir Ricardo Figalli de Angelo Doutor em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo com interesse nas intersecções entre xamanismo, bioética e direitos intelectuais. Essa pesquisa foi realizada graças ao apoio da Capes.

Referências

AMORIM, Antonio Brandão. 1928. “Lendas em Nhêngatu e em Portuguêz”. Revista do Instituto Historico e Geographico Brasileiro, v. 154: 9-475.

ANDRELLO, Geraldo. 2006. Cidade do Índio. Transformações e cotidiano em Iauaretê. São Paulo, UNESP.

ANDRELLO, Geraldo. 2008. Narradores Indígenas do Rio Negro (ou antropologia “faça você mesmo”).Apresentação no 32º Encontro da ANPOCS

ANDRELLO, Geraldo. 2010. “Falas, Objetos e Corpos. Autores Indígenas no Alto Rio Negro”. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 25, n.73: 5-26.

ANDRELLO, Geraldo. 2013. Peixes e pessoas: problemas cosmopolíticos no Uaupés. Trabalhoapresentado no encontro anual da ANPOCS.

ANDRELLO, Geraldo & FERREIRA, Tatiana Amaral. 2014. “Transformações da cultura no Alto Rio Negro”. In: CARNEIRO DA CUNHA, Manuela & CESARINO, Pedro de Niemeyer. Políticas Culturais e Povos Indígenas.São Paulo, Cultura Acadêmica: 25-58.

ANGELO, Samir Ricardo Figalli de. 2016. Transmissão e Circulação de Conhecimentos e Políticas de Publicação dos Kumua do Noroeste Amazônico. São Paulo, Tese de doutorado, Universidade de São Paulo.

ANGELO, Samir Ricardo Figalli de. 2017. Etnografia da circulação de livros entre os Desana do Noroeste Amazônico. Apresentação no 41º Encontro Anual da ANPOCS.

ANGELO, Samir Ricardo Figalli de. 2018a. “Novas configurações do xamanismo na cidade de São Gabriel da Cachoeira (AM)”. R@U : Revista de Antropologia Social dos Alunos do PPGAS-UFSCar, v. 10: 365-387.

ANGELO, Samir Ricardo Figalli de. 2018b. “Exhibition of the Material Book as Object in the Northwest Amazon”. Script & Print. Bulletin of the Bibliographical Society of Australia & New Zealand, v. 42: 48-61.

BAYARU, Tõrãmu (Wenceslau Galvão) & YE ÑI, Guahari (Raimundo Galvão). 2004. Livro dos Antigos Desana - Guahari Diputiro Porã. São Gabriel da Cachoeira, FOIRN.

BÉKSTA, Kazyz. 1988. A Maloca Tukano-Desana e seu Simbolismo. Manaus: Secretaria de Estado da Educação e Cultura.

BERNARDINI, Aurora. 2009. “Introdução”. In: STRADELLI, Ermmano. Lendas e Notas de Viagem. A Amazônia de Ermanno Stradelli.São Paulo, Martins Fontes:15-42.

CABALZAR, Aloísio. 2008. Filhos da Cobra de Pedra. Organização social e trajetórias tuyukano rio Tiquié (noroeste amazônico).São Paulo, UNESP & ISA.

CHERNELA, Janet. 2001. “Piercing Distinctions: Making and Remaking the Social Contract in the North-West Amazon”. In: RIVAL, Laura & WHITEDEAD, Neil. Beyond the Visible and the Material. The Amerindianization of the Society in the Work of Peter Rivière.Oxford: University Press: 177-195.

CHERNELA, Janet. 2011. “Centered and Decentered Discourses: Anticipating Audience in an Indigenous Narrative Project in Brazil”. In: Proceedings of the First Symposium on Teaching Indigenous Languages of Latin America. Eds. COLONEL-MOLINA, Serafim and MCDOWELL, John. Minority Languages and Cultures of Latin America. Bloomington: Indiana University: 24-34.

DÉLÉAGE, Pierre. 2011. “Les discours du rituel”. Journal de la Société des Américanistes, v.97, n.1: 77-86.

DIAKURU (Américo Castro Fernandes) & KISIBI (Dorvalino Moura Fernandes). 1996. A Mitologia Sagrada dos Desana - Wari Dihputiro Põrã. São Gabriel da Cachoeira, UNIRT/FOIRN.

DIAKURU (Américo Castro Fernandes) & KISIBI (Dorvalino Moura Fernandes). 2006 Bueri Kãdiri Marĩriye – Os ensinamentos que não se esquecem. São Gabriel da Cachoeira, UNIRT/FOIRN.

GOLDMAN, Irving. [1963] 1979. The Cubeo. Indians of the Northwest Amazon. Illinois University Press.

GUZMÁN, Antonio (Miru Púu) & José Ariel James. 2003. Masá Bëhkë Yurupary, mito tukano del origen del hombre. Bogotá: Universidad Nacional de Colombia.

GUZMÁN, Antonio (Miru Púu) & José Ariel James. 2004. Relatos alternativos de una realidade. Bogotá: Instituto de Antropología e Historia.

HUGH-JONES, Stephen. 1979. The Palm and the Pleiades. Cambridge: University Press.

HUGH-JONES, Stephen. 1996. Shamans, Prophets and Pastors. In: THOMAS, Nicholas & HUMPHREY, Caroline. Shamanism, History and the State. Michigan: University Press: 32-75.

HUGH-JONES, Stephen. 2010. “Entre l’image et l’écrit. La politique tukano de patrimonialisation en Amazonie”. Cahiers des Amériques Latines, v. 63-64: 195-227.

HUGH-JONES, Stephen. 2012. Escrever na Pedra, Escrever no Papel. In: ANDRELLO, Geraldo. Rotas de Criação e Transformação. São Paulo: ISA: 138-167.

HUGH-JONES, Stephen. 2016. “Writing on Stone; Writing on Paper: Myth, History and Memory inNorthWest Amazonia”. History and Anthropology, v. 27, n. 2: 154-182.

JACKSON, Jean. 1983. The Fish People. Linguistic Exogamy and Tukanoan Identity inNorthwest Amazonia. Cambridge, University Press.

KEHÍRI, Tolamãn. 1993. “Entre la Bible et le Fusil”. Narrative de Tolamãn Kenhíri (Luis Lana)recueillie par Dominique Buchillet. Chroniques d’une Conquête”. Ethnies.Droits de L’Homme et Peuples Autochtones, n. 14: 19-21.

KUMU, Umúsin & Kenhíri, Tolamãn. 1980. Antes o Mundo Não Existia. A Mitologia Heroica dos Índios Desana.Rio de Janeiro, Editora Cultura.

KUMU, Umúsin & Kenhíri, Tolamãn. 1995. Antes el Mundo No Existia. La Mitologia Heroica de los Indios Desâna del Brasil. Barcelona, Prensa Universitaria.

LASMAR, Cristiane. 2005. De Volta ao Lago de Leite. Gênero e transformação no Alto Rio Negro. São Paulo, UNESP.

ÑAHURI (Miguel Azevedo) & KUMARÕ(Antenor Nascimento Azevedo). 2003.Dahsea Hausirõ Porã ukũshe wiophesase merã bueri turi. Mitologia sagrada dos Tukano Hausirõ Porã.São Gabriel da Cachoeira, UNIRT/FOIRN.PÃRÕKUMU, Umusĩ (Firmiano Lana) & KẼHÍRI, Tõrãmũ (Luiz Lana). 1995. Antes o Mundo Não Existia - Mitologia dos Antigos Desana - Kẽhíriporã.São Gabriel da Cachoeira, UNIRT/FOIRN.

REICHEL-DOLMATOFF, Gerard. 1968. Desana. Simbolismo de los Indios Tukano del Vaupés.Bogotá, Universidad de Los Andes.

REICHEL-DOLMATOFF, Gerard. 1996. Yuruparí. Studies of An Amazonian Foundation Myth. Cambridge, Harvard University Press.

RIBEIRO, Berta. 1980. “Introdução”. In: KUMU, Umúsin Panlõn & KENHÍRI, Tolamãn. Antes o Mundo Não Existia A Mitologia Heroica dos Índios Desana. Rio de Janeiro, Editora Cultura.

RIBEIRO, Berta. 1995. Os Índios das Águas Pretas.São Paulo, Edusp/Companhia das Letras.

SABATINI, Silvano. 1986. “Genesi locale, fasi di elaborazione e di pubblicazione del manoscritto. Riscoperta di uma identità”. In: LANA, Firmiano & LANA, Luiz Gomes. Il Ventre dell’ Universo. Palermo, Sallerio editore.

WRIGHT, Robin. 1992. “História Indígena do Noroeste da Amazônia. Hipóteses, questões e perspectivas.” In: CARNEIRO DA CUNHA, Manuela. História dos Índios do Brasil. São Paulo, Companhia das Letras: 253-266.

DOCUMENTOS

Nas Fronteiras do Brasil – Missões Salesianas do Amazonas. Rio de Janeiro, 1950. Boletim Salesiano. Novembro/Dezembro.

Downloads

Publicado

2020-04-27

Como Citar

Angelo, S. R. F. de. (2020). Livros e Dabucuris: Continuidades e transformações nas formas de atualizações de diferenças entre os grupos Desana do Alto Rio Negro. Revista De Antropologia, 63(1), 83 - 104. https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2020.169173

Edição

Seção

Artigos