Chico Xavier e a cultura brasileira

  • Bernardo Lewgoy Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Departamento de Antropologia
Palavras-chave: espiritismo, Chico Xavier, religião, cultura brasileira

Resumo

O presente artigo propõe uma interpretação do fenômeno Chico Xavier na cultura e na sociedade brasileira. A partir do reconhecimento da importância crucial de seu modelo mítico de espírita exemplar, o lugar de absoluto destaque ocupado pelo médium mineiro na história do kardecismo brasileiro será interpretado à luz de um código cultural articulado em sua biografia, que busca sintetizar os personagens paradigmáticos do "santo" e do "caxias". Desdobrado na unidade de sua obra mediúnica e trajetória pública, o tipo de espiritismo construído em Chico Xavier evidencia a proposta kardecista dominante ao longo do século XX, enquanto modelo de cidadania, prática religiosa e projeto nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2001-01-01
Como Citar
Lewgoy, B. (2001). Chico Xavier e a cultura brasileira . Revista De Antropologia, 44(1), 53-116. https://doi.org/10.1590/S0034-77012001000100003
Seção
Artigos