Morte em família: ritos funerários em tempo de pluralismo religioso

Autores

  • Edlaine de Campos Gomes Centro de Estudos da Metrópole

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0034-77012006000200008

Palavras-chave:

família, pluralismo religioso, exclusivismo, ritos familiares

Resumo

A presente análise aborda aspectos significativos de uma pesquisa mais ampla que enfoca o complexo quadro de pluralismo religioso em uma rede familiar da camada popular e suas implicações no âmbito das transformações intrafamiliares e de vizinhança. Reflete também sobre como as novas escolhas por tal ou qual confissão religiosa, especialmente pentecostais, impõem ou não a adoção de novas atitudes diante do mundo. Os ritos funerários do casal que origina a rede familiar são tomados como situações exemplares da tensão entre atribuição (herança) e aquisição (escolha), representada na aceitação ou recusa de participação ativa e conjunta das diferentes correntes religiosas na condução dos rituais familiares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-01-01

Como Citar

Gomes, E. de C. (2006). Morte em família: ritos funerários em tempo de pluralismo religioso . Revista De Antropologia, 49(2), 731-754. https://doi.org/10.1590/S0034-77012006000200008

Edição

Seção

Artigos