Cavalo dos Deuses: Roger Bastide e as transformações das religiões de matriz africana no Brasil

  • Marcio Goldman Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Roger Bastide, religiões afro-brasileiras, candomblé, antropologia simétrica.

Resumo

Depois de ter sido considerada uma das principais contribuiçõesvao estudo das chamadas religiões afro-brasileiras, a obra de Roger Bastide vem sendo, há mais de trinta anos, objeto de uma série de críticas. Este trabalho parte da hipótese de que a maioria dessas críticas não leva em consideração um dos postulados centrais do trabalho de Bastide, a saber, que a compreensão das religiões africanas no Brasil dependeria da combinação entre uma perspectiva etnográfica e uma sociológica. Ou seja, dependeria da possibilidade de conciliar o imperativo de levar a sério o que dizem os nativos com a tentativa de construção de um quadro mais amplo dessas religiões. O fato de ter separado essas perspectivas em dois livros distintos sugere que a dificuldade não foi resolvida. O objetivo deste trabalho é tentar demonstrar que o aprofundamento da perspectiva etnográfica é o único meio para atingir a generalização sociológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcio Goldman, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (1979); Mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984); Doutor em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991). Professor Associado do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS), Departamento de Antropologia, Museu Nacional, UFRJ (desde 1993). Foi Professor da PUC-RJ e da Universidade Federal Fluminense, além de professor visitante na Universidade Federal de Minas Gerais, na Universidade de São Paulo, na Universidade de Cabo Verde e na Universidade de Chicago. É bolsista da de produtividade em pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq (desde 1992) e da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro, FAPERJ (desde 2003). Sua áreas de atuação na antropologia incluem Antropologia das Religiões Afro-Brasileiras, Antropologia Política, Antropologia da Religião, Teoria Antropológica e Antropologia Simétrica. Além de diversos artigos, é autor de Razão e Diferença. Afetividade, Racionalidade e Relativismo no Pensamento de Lévy-Bruhl (1994); Alguma Antropologia (1999), Como Funciona a Democracia. Uma Teoria Etnográfica da Política (2006), co-organizador de Antropologia, Voto e Representação Política (1996), do Dossiê Políticas e Subjetividades nos Novos Movimentos Culturais (2009), e editor de Do Lado do Tempo.
Publicado
2012-08-16
Como Citar
Goldman, M. (2012). Cavalo dos Deuses: Roger Bastide e as transformações das religiões de matriz africana no Brasil. Revista De Antropologia, 54(1). https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2011.38604
Seção
Artigos