MEDIDAS DE CULTURA DE INOVAÇÃO E DE CULTURA ORGANIZACIONAL PARA ANÁLISE DA ASSOCIAÇÃO COM INOVAÇÃO

Autores

  • Maria de Fátima Bruno-Faria Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Marcus Vinicius Araújo Fonseca Universidade Federal do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

cultura de inovação, medidas, cultura organizacional, inovação

Resumo

RESUMO A cultura de inovação tem sido objeto de estudo em diferentes países e áreas de conhecimento. Almeja-se com seu desenvolvimento que os membros de uma organização compartilhem valores associados à inovação. Neste ensaio, buscou-se descrever e analisar instrumentos de medida de cultura de inovação, assim como caracterizar instrumentos de cultura organizacional empregados para avaliar a associação com inovação. A partir de ampla revisão da literatura nas principais bases de dados disponíveis no país, na área de conhecimento multidisciplinar, foram identificados quatro instrumentos que visavam avaliar a cultura de inovação, sendo apenas dois que apresentaram maior rigor e mostraram indicadores de validade de uma medida. As medidas de cultura organizacional associadas à inovação são diversas e revelam a complexidade e a falta de consenso sobre o construto analisado. Tais resultados contribuem para a realização de estudos quantitativos sobre o tema e diagnósticos organizacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima Bruno-Faria, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Adjunto na Faculdade de Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FACC/UFRJ).

Marcus Vinicius Araújo Fonseca, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia - COPPE; Área de Avaliação de Projetos Industriais e Tecnológicos -Programa de Engenharia de Produção

Downloads

Publicado

2014-11-06

Como Citar

Bruno-Faria, M. de F., & Fonseca, M. V. A. (2014). MEDIDAS DE CULTURA DE INOVAÇÃO E DE CULTURA ORGANIZACIONAL PARA ANÁLISE DA ASSOCIAÇÃO COM INOVAÇÃO. INMR - Innovation & Management Review, 11(3), 30-55. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/100214

Edição

Seção

Artigos