GAMERS INOVADORES E COMPROMETIDOS: RELAÇÕES ENTRE PERSONALIDADE DO CONSUMIDOR, SEU COMPROMETIMENTO COM A MARCA E SUA PROPENSÃO A COLABORAR EM PROCESSOS DE INOVAÇÃO

  • Cristine Prates Miranda Correa Endeavor Group
  • Thays Martins do Nascimento
  • Tito Luciano Hermes Grillo
  • Cláudio Damacena Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Desenvolvimento de novos produtos, Cocriação, Comprometimento, Partial least squares, Mediação.

Resumo

Pesquisadores e gestores têm se deparado com desafios para prever o envolvimento efetivo dos consumidores em processos de inovação, uma vez que participar destes processos implica certos custos de recurso e esforço da parte do consumidor. Nesta pesquisa, voltamos nossa atenção para antecedentes da propensão do consumidor a colaborar em processos de inovação com a organização. Primeiramente, testamos a relação direta da orientação para a inovação do consumidor e a propensão a colaborar nos processos de inovação. Subsequentemente, avaliamos se esta relação pode ser mediada pelo comprometimento com a marca. Realizamos uma survey com entusiastas de jogos da Blizzard Entertainment, Inc. e analisamos os dados por meio de equações estruturais. Evidenciamos que o comprometimento exerce uma mediação parcial no modelo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thays Martins do Nascimento
Bacharel em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS
Tito Luciano Hermes Grillo
Mestre em Administração e Negócios pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS
Cláudio Damacena, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Doutor em Ciências Econômicas e Empresariais pela Universidade de Córdoba – Espanha Professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS
Publicado
2015-12-30
Como Citar
Correa, C., Nascimento, T., Grillo, T., & Damacena, C. (2015). GAMERS INOVADORES E COMPROMETIDOS: RELAÇÕES ENTRE PERSONALIDADE DO CONSUMIDOR, SEU COMPROMETIMENTO COM A MARCA E SUA PROPENSÃO A COLABORAR EM PROCESSOS DE INOVAÇÃO. INMR - Innovation & Management Review, 12(4), 26-48. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/101359
Seção
Artigos