CAPACIDADE DE INOVAÇÃO EM PMES DO SEGMENTO INDUSTRIAL DE CONFECÇÕES

Autores

  • Cristina Hillen Universidade Estadual do Paraná
  • Hilka Pelizza Vier Machado Centro Universitário Cesumar

Palavras-chave:

Inovação, Capacidade de Inovação, PMEs.

Resumo

A inovação é importante atualmente não apenas para grandes, mas também para pequenas e médias empresas (PMEs). Esta pesquisa analisou a capacidade de inovação de PMEs de indústrias de confecções do município de Maringá, considerado um pólo do vestuário paranaense e brasileiro, cujas empresas são predominantemente de pequeno e médio porte. A investigação utilizou o modelo de Julien et al. (2009). A natureza da pesquisa é exploratória e quantitativa, tendo sido realizada por meio de survey, com questionário estruturado aplicado junto a 34 empreendedores, cujos resultados mostraram que o setor apresenta baixa capacidade de inovação. As inovações apresentaram-se como fracas, não associadas à capacidade de absorção da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Hillen, Universidade Estadual do Paraná

Mestre em Administração pela Universidade Estadual de Maringá – UEM Professor do Ensino Superior da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR

Hilka Pelizza Vier Machado, Centro Universitário Cesumar

Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC Professora do Centro Universitário Cesumar – UniCesumar

Downloads

Publicado

2015-12-30

Como Citar

Hillen, C., & Machado, H. P. V. (2015). CAPACIDADE DE INOVAÇÃO EM PMES DO SEGMENTO INDUSTRIAL DE CONFECÇÕES. INMR - Innovation & Management Review, 12(4), 76-98. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/101482

Edição

Seção

Artigos