Certificação ISO 14000: análise do sistema de gestão ambiental da Ford Motor Company

Autores

  • Fabrício Barranqueiros Ramos Universidade Nove de Julho
  • Izar Munhoz Álvares Universidade Nove de Julho
  • Maria Tereza Saraiva de Souza Universidade Nove de Julho
  • Raquel da Silva Pereira Universidade Nove de Julho

Resumo

O objetivo deste trabalho é descrever o processo de implantação do Sistema de Gestão Ambiental – SGA de acordo com as exigências da norma ISO 14001, identificar os resultados e as mudanças ocorridas após a implantação e apontar os aspectos relevantes sobre a questão da preservação do meio ambiente; para desenvolver esta pesquisa, recorremos ao Sistema de Gestão Ambiental adotado pela Ford Motor Company, na planta de São Bernardo do Campo. A Ford é uma empresa americana do ramo automobilístico e foi uma das primeiras empresas do setor a obter o certificado ISO 14001. A fundamentação teórica está baseada na estrutura da ISO 14001 e na abordagem do Sistema de Gestão Ambiental – SGA. O Estudo de Caso apresenta a descrição, os dados e a análise do SGA da Ford em São Bernardo do Campo. Os resultados apontam para a melhoria do desempenho ambiental após a implantação de um SGA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrício Barranqueiros Ramos, Universidade Nove de Julho

Mestre em Administração – UNINOVE

Izar Munhoz Álvares, Universidade Nove de Julho

Mestre em Administração – UNINOVE

Maria Tereza Saraiva de Souza, Universidade Nove de Julho

Doutora em Administração de Empresas – EAESP/FGV. Professora do Programa de Pós-Graduação em Administração – Uninove

Raquel da Silva Pereira, Universidade Nove de Julho

Doutora em Ciências Sociais – PUC/SP. Professora do Programa de Pós-Graduação em Administração – Uninove

Downloads

Publicado

2007-02-16

Como Citar

Ramos, F. B., Álvares, I. M., Souza, M. T. S. de, & Pereira, R. da S. (2007). Certificação ISO 14000: análise do sistema de gestão ambiental da Ford Motor Company. INMR - Innovation & Management Review, 3(2), 62-82. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79064

Edição

Seção

Artigos