Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Entre preceitos fordistas e de flexibilização: um estudo de caso sobre o processo de mudança de produção e trabalho na construção civil

Diogo Henrique Helal, Magnus Luiz Emmendoerfer

Resumo


Esta pesquisa descreve as mudanças ocorridas nos processos de produção e trabalho em uma etapa da construção civil. Para tanto, realizou-se um estudo de caso em uma empresa sediada em Recife (PE), responsável pela fabricação e montagem de fôrmas para a construção de edifícios. A empresa, ao enfrentar dificuldades financeiras e de gestão, decidiu reavaliar seus processos, partindo para a adoção de práticas de gestão e produção flexíveis, apenas em determinadas etapas do processo. O diagnóstico, processo de mudança, impactos e avaliação foram acompanhados e descritos fazendo uso de entrevistas e observação direta, e os dados obtidos foram tratados pela técnica de análise de conteúdo. A reorganização da fabricação das fôrmas, segundo preceitos fordistas e de flexibilização pós-fordista na sua montagem, resultaram em ganhos financeiros para a empresa, além de reduzir o tempo total do processo. Registrou-se também que a convivência de ambas as “lógicas” nos processos de produção e trabalho causou impactos nos empregados, o que demandou investimentos em treinamento e preocupações com sua motivação. De modo geral, conclui-se que a reorganização na fabricação das fôrmas e adoção de práticas flexíveis em sua montagem, por parte da empresa pesquisada, possibilitou a ela garantir um posicionamento destacado no mercado em que atua.

Palavras-chave


Construção Civil; Tecnologia de gestão; Inovação no trabalho

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5585/rai.v4i3.110

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Administração e Inovação ISSN: 1809-2039