Modelo evolucionário para tempo de duração de patentes e inovação

Autores

  • Daniel Tanis Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
  • Hélio Nogueira da Cruz Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. Departamento de Economia

Palavras-chave:

Economia evolucionária, Inovação, Patentes, Tecnologia.

Resumo

Este artigo apresenta um modelo evolucionário para mudança econômica e progresso tecnológico. O modelo é construído de acordo com o sistema schumpeteriano de competição. Comportamento imitativo e inovativo é um elemento crítico da dinâmica econômica. O processo de Pesquisa e Desenvolvimento - P&D e a estrutura de mercado são estudadas em profundidade tendo em vista a construção de um modelo integrado. Patentes jogam um papel central na análise: sua abrangência e seu impacto sobre o sistema econômico será integrado na investigação de forma que custos e benefícios possam ser apreciados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Tanis, Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

Graduando em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo – FEA/USP Bolsista de Iniciação Científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP

Hélio Nogueira da Cruz, Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. Departamento de Economia

Doutor em Economia pela Universidade de São Paulo – USP Professor titular do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – USP

Downloads

Publicado

2008-09-04

Como Citar

Tanis, D., & Cruz, H. N. da. (2008). Modelo evolucionário para tempo de duração de patentes e inovação. INMR - Innovation & Management Review, 5(1), 67-86. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79101

Edição

Seção

Artigos