Dinâmica da acumulação de capacidade tecnológica e inovação em subsidiárias de empresas transnacionais (ETNS) em economias emergentes: a trajetória da Motorola Brasil

Autores

  • Rosilene Fonseca de Andrade
  • Paulo N. Figueiredo Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas – EBAPE da Fundação Getulio Vargas – FGV

Palavras-chave:

Capacidades tecnológicas, economias emergentes, inovação, subsidiárias de empresas transnacionais

Resumo

Embora exista uma ampla quantidade de estudos sobre capacidades tecnológicas tanto no contexto de economias industrializadas como no de economias emergentes, ainda há uma carência de estudos que examinem a dinâmica (velocidade) do processo de acumulação de capacidades tecnológicas, especialmente no contexto de subsidiárias de empresas transnacionais (ETNs) em economias emergentes como o Brasil. Consequentemente, o conhecimento sobre esse fenômeno tende a ser ainda superficial e escasso. Este artigo objetiva contribuir para o campo de estudo sobre acumulação de capacidades tecnológicas, particularmente para inovação, em subsidiárias de ETNs. Baseando-se em evidências empíricas de primeira mão, coletadas a partir de extensivo trabalho de campo, o estudo subjacente a este artigo examina a direção e velocidade da acumulação de capacidade tecnológica na Motorola Brasil durante o período de 1996 a 2006. O estudo encontrou que, ao longo de dez anos, a empresa moveu-se através de níveis inovadores de capacidades até atingir níveis próximos à fronteira internacional de inovação, especialmente para as funções gestão de projetos e engenharia e processos de software. Por isso, uma perspectiva dinâmica sobre o desenvolvimento tecnológico em nível de empresas e à luz de mensurações compreensivas de capacidades tecnológicas, alinhadas ao contexto de economias emergentes, capta a realidade e as nuanças do processo de inovação em empresas de setores industriais específicos. Especificamente, os resultados aqui se alinham a estudos anteriores que têm encontrado um comportamento tecnológico pró-ativo e inovador de subsidiárias de ETNs em economias emergentes. Tais evidências são importantes para iluminar estratégias de inovação em nível de empresas, governos e bancos de investimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosilene Fonseca de Andrade

Mestre em Gestão Empresarial pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas – EBAPE da Fundação Getulio Vargas – FGV Gerente de Projetos da APPI TECNOLOGIA S.A

Paulo N. Figueiredo, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas – EBAPE da Fundação Getulio Vargas – FGV

Ph.D. em Technology and Innovation Management pelo SPRU - Science and Technology Policy Research, University of Sussex, Reino Unido Professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas – EBAPE da Fundação Getulio Vargas – FGV

Downloads

Publicado

2009-02-27

Como Citar

Andrade, R. F. de, & Figueiredo, P. N. (2009). Dinâmica da acumulação de capacidade tecnológica e inovação em subsidiárias de empresas transnacionais (ETNS) em economias emergentes: a trajetória da Motorola Brasil. INMR - Innovation & Management Review, 5(3), 73-92. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79121

Edição

Seção

Artigos