Padrões de cooperação tecnológica entre setores na indústria brasileira: uma análise quantitative dos dados da pintec 2001-2003

  • Erika Mayumi Kato Universidade Federal do Paraná
  • Caio Gobara Universidade Federal do Paraná
  • Luciano Rossoni Universidade Positivo e UFPR
  • Sieglinde Kindl da Cunha Universidade Positivo
Palavras-chave: Cooperação tecnológica, inovação, setor industrial.

Resumo

O atual cenário contemporâneo atribui à cooperação um papel de destaque no desenvolvimento de inovações, tornando relevante a análise das relações cooperativas nos diferentes setores industriais. A presente pesquisa buscou identificar padrões de cooperação tecnológica existentes entre os diversos setores da indústria brasileira, com base nos dados fornecidos pela Pesquisa Nacional de Inovação Tecnológica 2001-2003 (Pintec). O estudo, de cunho descritivo e exploratório, tem como foco de análise os setores industriais disponibilizados pela Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), sendo o tratamento dos dados feito por meio da análise de cluster. Os resultados da pesquisa identificam a existência de dois grupos distintos, com destaque para aquele com maior índice de cooperação, a saber: fabricação de produtos do fumo; refino de petróleo; produtos siderúrgicos; fabricação de máquinas para escritório e equipamentos de informática; fabricação de aparelhos e equipamentos de comunicações. Nota-se uma diferença significativa entre os grupos no que tange aos tipos de cooperação estabelecidos e, de modo geral, verifica-se que, no Brasil, setores intensivos em produção tendem a possuir um índice mais significativo de cooperação tecnológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Mayumi Kato, Universidade Federal do Paraná
Mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná – UFPR
Caio Gobara, Universidade Federal do Paraná
Mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná – UFPR Pesquisador da Federação das Indústrias do Estado do Paraná
Luciano Rossoni, Universidade Positivo e UFPR
Doutorando em Administração pela Universidade Federal do Paraná, UFPR Professor Adjunto da Universidade Positivo – UP
Sieglinde Kindl da Cunha, Universidade Positivo
Doutor em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas – Unicamp Professora titular da Universidade Positivo – UP
Publicado
2009-02-27
Como Citar
Kato, E., Gobara, C., Rossoni, L., & Cunha, S. (2009). Padrões de cooperação tecnológica entre setores na indústria brasileira: uma análise quantitative dos dados da pintec 2001-2003. INMR - Innovation & Management Review, 5(3), 126-140. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79124
Seção
Artigos