Internacionalização de empresas brasileiras e o papel da inovação na construção de vantagens competitivas

Autores

  • Eva Stal Universidade Nove de Julho

Palavras-chave:

inovação tecnológica, países emergentes, internacionalização

Resumo

Muitas empresas de países emergentes temem explorar mercados internacionais devido à distância entre as empresas globais e os padrões tecnológicos locais. Em geral, buscam o desenvolvimento tecnológico mediante a cópia, adaptação e melhoria de soluções alheias, porém um número crescente de empresas vem se destacando no cenário global, através da inovação de produtos e serviços para o mercado externo. A internacionalização através do investimento externo pode ser a única alternativa para empresas que enfrentam a competição global, e o sucesso de sua inserção externa dependerá, cada vez mais, da criação de vantagens competitivas baseadas em inovações tecnológicas. O trabalho procurou identificar as características e a dinâmica do processo de internacionalização de seis empresas nacionais de diferentes setores industriais – Sabó (autopeças), Natura (higiene e cosméticos), Totvs (software), Embraer (aviões), Marcopolo (carrocerias de ônibus), Gerdau (siderurgia) –, focalizando o papel da inovação tecnológica na trajetória internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eva Stal, Universidade Nove de Julho

Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo – USP Professora da Universidade Nove de Julho – PMDA/UNINOVE

Downloads

Publicado

2010-11-09

Como Citar

Stal, E. (2010). Internacionalização de empresas brasileiras e o papel da inovação na construção de vantagens competitivas. INMR - Innovation & Management Review, 7(3), 120-149. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79184

Edição

Seção

Artigos