A estrutura da capacidade de inovar das empresas brasileiras: uma proposta de construto

  • David Ferreira Lopes Santos Universidade Estadual Paulista
  • Leonardo Fernando Cruz Basso Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Herbert Kimura Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Capacidade de Inovar, Capital Humano, Capital Relacional e Capital Interno.

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar e verificar como são organizados os principais elementos que compõem a capacidade de inovar de empresas brasileiras. Não há um consenso teórico sobre quais recursos geram inovação, bem como sua importância relativa para o desempenho das empresas. No contexto brasileiro, merece destaque o Índice Brasil de Inovação (IBI) criado no Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas que tem como proposta mensurar a capacidade de inovar das empresas através de um conjunto de indicadores relacionados com a Atividade Inovativa, Recursos Humanos, Impacto Econômico e Patentes (Furtado e Quadros, 2006). Na presente pesquisa foram utilizadas informações extraídas das bases de dados das pesquisas PINTEC/IBGE realizadas nos anos 2000, 2003 e 2005, Gazeta Mercantil e SERASA, totalizando uma amostra de 230 empresas industriais. A metodologia utilizada foi a técnica multivariada de análise fatorial, tendo em vista, que a formação dos fatores possibilitaria demonstrar como os recursos destinados a inovação estão organizados. Os resultados desta investigação demonstram que os esforços das firmas para melhorar sua capacidade de inovar se estruturam em três eixos: Capital Humano, Capital Relacional e Capital Interno, expandindo assim, a organização proposta pelo IBI. A pesquisa ainda permitiu identificar que a capacidade de inovar das firmas no Brasil é mais dependente do Capital Relacional. Portanto, consegue-se ao final propor um construto inédito que demonstra a capacidade de inovar das empresas brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

David Ferreira Lopes Santos, Universidade Estadual Paulista
Doutor em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie – MACKENZIE Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP
Leonardo Fernando Cruz Basso, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutor em Economia pela New School for Social Research, N.S.S.R., Estados Unidos Professor da Universidade Mackenzie – MACKENZIE
Herbert Kimura, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo – USP Professor da Universidade Mackenzie – MACKENZIE
Publicado
2012-10-10
Como Citar
Santos, D., Basso, L., & Kimura, H. (2012). A estrutura da capacidade de inovar das empresas brasileiras: uma proposta de construto. INMR - Innovation & Management Review, 9(3), 103-128. https://doi.org/10.5773/rai.v9i3.750
Seção
Artigos