Condicionantes territoriais para a formação, desenvolvimento e estruturação de arranjos produtivos locais: um estudo comparativo em APLS de confecção do estado de Minas Gerais

Autores

  • Fabrício Molica de Mendonça Universidade Federal de São João del-Rei
  • Marília Paula dos Reis Teixeira Universidade Federal de Lavras
  • Denise Carneiro dos Reis Bernardo Universidade Federal de São João del-Rei
  • Henrique Pereira da Fonseca Netto Universidade Federal do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

PMEs, Arranjos Produtivos Locais, Externalidades Territoriais.

Resumo

Este estudo trata de investigação sobre os Sistemas Territoriais de Produção no âmbito de Arranjos Produtivos Locais (APLs) de confecções de Minas Gerais, aprofundando sobre a formação dessas firmas e seu desenvolvimento em aglomerados territoriais, para mostrar como esses territórios foram estruturados. Utilizaram-se como quadro teórico os condicionantes territoriais Marshallianos, Schumpeterianos, Transacionais e Institucionais. Fez-se uso de pesquisa qualitativa de cunho descritivo e o corpus estudado foi o APL de Muriaé e de São João Nepomuceno. A coleta de dados deu-se por meio de pesquisa bibliográfica e documental, entrevista semiestruturada e estruturada. Assim, foi possível identificar que ambos APLs são originários de uma firma inicial verticalizada. Apesar da identificação de um modelo de trajetória territorial para os APLs estudados, cada um possui características específicas sobre o número de agentes envolvidos e a forma de interação destes no território. No início, os condicionantes para surgimento dos APLs estiveram relacionados com as externalidades Marshallianas, criadas pelas empresas pioneiras. Com o tempo, outras externalidades surgiram: Schumpeterianas, para a criação de um ambiente inovativo; Transacionais, para a busca de maior interação entre as firmas, por meio da redução dos custos de transação; e Institucionais, relacionadas com modificações no ambiente institucional em que os APLs estão inseridos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrício Molica de Mendonça, Universidade Federal de São João del-Rei

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ Professor da Universidade Federal de São João Del-Rei – UFSJ

Marília Paula dos Reis Teixeira, Universidade Federal de Lavras

Doutoranda em Administração da Universidade Federal de Lavras – UFLA Tutora da Universidade Federal de Lavras – UFLA

Denise Carneiro dos Reis Bernardo, Universidade Federal de São João del-Rei

Doutora em Administração pela Universidade Federal de Lavras – UFLA Professora da Universidade Federal de São João Del-Rei – UFSJ

Henrique Pereira da Fonseca Netto, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutor em Economia Publica Planejamento Econometria pelo Université Paris 1, Paris Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ

Downloads

Publicado

2012-10-10

Como Citar

Mendonça, F. M. de, Teixeira, M. P. dos R., Bernardo, D. C. dos R., & Fonseca Netto, H. P. da. (2012). Condicionantes territoriais para a formação, desenvolvimento e estruturação de arranjos produtivos locais: um estudo comparativo em APLS de confecção do estado de Minas Gerais. INMR - Innovation & Management Review, 9(3), 231-256. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79284

Edição

Seção

Artigos