A influência do drawback nas atividades logisticas em empresas de bens de capital mecânico

  • Roberto Giro Moori Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Sussumo Tatenauti Konda Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Odair Oliva de Farias Universidade Católica de Santos
  • Tatiana Mayumi Moori
Palavras-chave: Logística integrada, Micros e Pequenas Empresas, Médias e Grandes Empresas, Desempenho logístico, Regime aduaneiro do drawback

Resumo

Esta pesquisa, de natureza descritiva, teve por objetivo entender como os gestores administravam o regime aduaneiro do drawback. Para tanto, comparou-se o desempenho das atividades logísticas entre Micros e Pequenas Empresas (MPEs) e Médias e Grandes Empresas (MGEs) do setor de bens de capital mecânico. Fundamentada na gestão da logística integrada, utilizou-se de questionários semi-estruturados para coletar dados junto a uma amostra composta de 73 empresas. Tratadas pela estatística descritiva e técnicas não paramétricas de Mann-Whitney, Kolmogorov-Smirnov e Qui-Quadrado (?2) revelaram que de um total de 20 variáveis analisadas, 45% delas apresentaram desempenhos logísticos diferentes sendo 15% favoráveis às (MPEs) e 30%, às (MGEs). A partir destes resultados pode-se concluir que a influência do regime aduaneiro do drawback: a) nas MPEs, ocorreu na etapa de suprimentos, nas importações de componentes ou de matéria prima com vistas à qualidade e custos; b) nas MGEs, ocorreram nas etapas de apoio à manufatura e exportação focadas na eficiência produtiva, desenvolvimentos de novos mercado externo e clientes e margem de contribuição compensadores. Além disso, não houve evidência de que as competências adquiridas pela utilização do drawback, fossem canalizadas para a modernização das instalações fabris, melhoria dos coeficientes técnicos de agregação de matérias primas ao produto ou capacitação administrativa com a finalidade de melhorar o posicionamento competitivo no mercado interno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Giro Moori, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutor em Engenharia da Produção pela Universidade de São Paulo – USP. Professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie – MACKENZIE
Sussumo Tatenauti Konda, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Mestre em Administração de Empresa pela Universidade Presbiteriana Mackenzie – MACKENZIE Professor do Centro Universitário Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – FECAP
Odair Oliva de Farias, Universidade Católica de Santos
Mestre em Administração pela Universidade Católica de Santos – UniSANTOS Professor da Universidade Católica de Santos – UniSANTOS
Tatiana Mayumi Moori
Bacharel em Engenheira Química pelo Instituto Maua de Tecnologia – IMT
Publicado
2012-12-22
Como Citar
Moori, R., Konda, S., Farias, O., & Moori, T. (2012). A influência do drawback nas atividades logisticas em empresas de bens de capital mecânico. INMR - Innovation & Management Review, 9(4), 68-95. https://doi.org/10.5773/rai.v9i4.763
Seção
Artigos