Orientação para mercado e interface funcional: evidências em projetos de desenvolvimento de novos produtos

Autores

  • Roberto Sbragia Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
  • Manuella Oliveira Lima Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

Palavras-chave:

Inovação, Gestão, Interface funcional, Projetos, Desenvolvimento de produtos.

Resumo

A inovação é reconhecida como uma das atividades que mais contribuem para o crescimento e manutenção da competitividade da empresa e pode estar associada a fatores importantes a serem considerados para se atingir o sucesso. Um deles consiste em transformar os sinais de mercado em respostas adequadas, em forma de produtos e serviços novos ou melhorados, por exemplo. O principal objetivo deste artigo é examinar a relação entre orientação para o mercado e interface funcional no contexto do desenvolvimento de novos produtos. A proposição básica é a de que as empresas mais orientadas para o mercado precisam de melhor integração funcional em seus esforços para criar e desenvolver novos produtos que respondam adequadamente aos sinais de mercado. Para tanto, realizou-se uma revisão bibliográfica, a partir da qual se extraíram as principais premissas e vertentes teóricas que serviram de base para o estudo. Os dados foram coletados por meio de um levantamento (survey), utilizando-se um questionário pré-testado e validado pelo cálculo do coeficiente alpha de Crombach. A pesquisa foi feita com participantes de projetos de desenvolvimento de novos produtos, em empresas consideradas inovadoras, com operações no Brasil. O critério de seleção da amostra foi intencional, por acessibilidade. A pesquisa contou com a participação de 21 entrevistados. Para análise dos dados, utilizaram-se estatísticas descritivas e correlações bivariadas, com o cálculo do coeficiente ρs (rho de Spearman). A análise dos resultados apontou que a maioria das empresas apresentou de moderados a altos graus de orientação para mercado e de interface funcional. As diversas correlações encontradas entre os indicadores das variáveis analisadas mostraram que, na maioria dos casos, organizações mais orientadas para mercado possuem, também, maior integração e confiança entre as áreas funcionais em atividades ligadas ao desenvolvimento de novos produtos, na visão dos participantes desse tipo de projetos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Sbragia, Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo – USP, Professor Titular da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – FEA/USP

Manuella Oliveira Lima, Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

Mestre em Administração pela Universidade de São Paulo – USP

Downloads

Publicado

2013-10-01

Como Citar

Sbragia, R., & Lima, M. O. (2013). Orientação para mercado e interface funcional: evidências em projetos de desenvolvimento de novos produtos. INMR - Innovation & Management Review, 10(3), 184-207. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79335

Edição

Seção

Artigos