[1]
M. F. P. Dias e E. A. Pedrozo, “COMPREENDENDO O PROCESSO DE INOVAÇÃO COMO UMA ESTRUTURA COMPLEXA DE REGRAS MULTINÍVEIS”, INMR, rev. adm. inov., vol. 11, nº 4, p. 235-259, jan. 2015.