Diversificação econômica e produção açucareira: a capitania de São Paulo no início do século xix

  • Marco Micheli
Palavras-chave: economia açucareira, diversificação agrícola, economia colonial, São Paulo, Brasil Colônia.

Resumo

 O presente texto aborda a economia da capitania de São Paulo, a partir da análise da produção de três vilas entre 1798 e 1820. Desde sua restauração, em 1765, o cultivo da cana e a produção de açúcar haviam sido introduzidos na capitania, visando ao incremento da economia paulista. São Paulo teve sua produção caracterizada pela diversificação dos gêneros agrícolas, política orientada para o abastecimento das tropas militares e da população regional, mas também para comercializar diretamente com o Reino, de quem era consumidora dos gêneros manufaturados. Nesse âmbito, a análise do caso das vilas de Itu, Campinas e Atibaia, a inícios do século XIX, pode elucidar a temática do papel desempenhado pelo açúcar na capitania bem como do crescimento agrário paulista a partir da segunda metade do século XVIII.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-18
Como Citar
Micheli, M. (2019). Diversificação econômica e produção açucareira: a capitania de São Paulo no início do século xix. Angelus Novus, 13(13), 151-167. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/ran/article/view/126932
Seção
Dossiê temático: Império e Colonização