A confluência entre a economia rural e a economia política nos livros do Fazendeiro do Brasil (1798-1806)

  • Dannylo de Azevedo Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo FFLCH-USP
Palavras-chave: O Fazendeiro do Brasil, frei Mariano Veloso, economia rural, economia política

Resumo

O presente artigo é o resultado de nossa participação no simpósio Império e Colonização: Sociedade, Economia e Administração, evento dedicado à história colonial do Brasil realizado na Universidade de São Paulo em novembro de 2016. Seu objetivo é apontar de forma sucinta a presença de questões ou temas relacionados à disciplina da economia política nos livros da coleção O Fazendeiro do Brasil (1798-1806), cuja organização coube ao frei Mariano Veloso (1742-1812). O tema, que compreende um dos aspectos de nossa pesquisa de mestrado sobre a referida obra, visa elucidar quais foram as questões econômicas que se materializaram em tais publicações, como, por exemplo, o debate sobre as origens da riqueza na sociedade ou o papel do Estado no governo da vida econômica em finais do século XVIII.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dannylo de Azevedo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo FFLCH-USP
Mestrando em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP)
Publicado
2019-04-18
Como Citar
Azevedo, D. (2019). A confluência entre a economia rural e a economia política nos livros do Fazendeiro do Brasil (1798-1806). Angelus Novus, 13(13), 169-189. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/ran/article/view/127323
Seção
Dossiê temático: Império e Colonização