Os estatutos da Internacional Comunista

: comparação entre os textos aprovados nos Congressos Mundiais de 1920, 1924 e 1928

Autores

  • Érick Fiszuk de Oliveira Universidade de Campinas (Unicamp)

Palavras-chave:

Internacional Comunista (Comintern), Movimento comunista internacional, Revolução mundial, Partidos de esquerda, União Soviética, História política (século XX)

Resumo

A estrutura organizativa interna da Internacional Comunista (Comintern) era quase totalmente desconhecida àqueles que a observavam de fora. Contudo, ela foi fortemente influenciada pelas lutas políticas de bastidores, inclusive no Partido Comunista soviético, e pelas viradas geopolíticas promovidas pelos líderes de Moscou. Os três Estatutos da Comintern aprovados em seu 2º (1920), 5º (1924) e 6º (1928) Congressos Mundiais não esgotam a análise dos órgãos que a compunham, mas dão uma ideia de como sua estruturação, ao contrário do que pensa o senso comum, alterou-se radicalmente à medida que se desenrolavam as disputas de poder no Kremlin. Neste artigo, exponho os resultados de uma exaustiva comparação entre os três Estatutos, relacionando-os ao contexto político de cada época e apontando nas mudanças redacionais pistas sobre como se alteravam os conceitos de movimento comunista internacional e de revolução mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-10-05 — Atualizado em 2020-11-03

Versões

Como Citar

Fiszuk de Oliveira, Érick. (2020). Os estatutos da Internacional Comunista: : comparação entre os textos aprovados nos Congressos Mundiais de 1920, 1924 e 1928. Revista Angelus Novus, 16(16), 1-22. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/ran/article/view/172156 (Original work published 5 de outubro de 2020)