Diderot e Goethe: notas sobre pintura

  • Arlenice Almeida da Silva

Resumo

Este artigo examina a recepção da obra de Diderot na Alemanha, no final do século XVIII, confrontando a tradução comentada de Goethe, intitulada Ensaio sobre a pintura de Diderot de 1798, com os Essais de Diderot, publicados como complemento ao Salão de 1765. Comparando várias interpretações e fontes busca-se, em primeiro lugar, caracterizar o contexto estético da polêmica aberta pelo estudo de Goethe contra o naturalismo de Diderot. O artigo visa, em seguida, demonstrar as semelhanças no tratamento da relação entre arte e natureza, entre os dois autores. Por fim, esboça uma interpretação desta polêmica marcando as diferenças entre suas concepções de natureza e de gênio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-20
Como Citar
Silva, A. (2019). Diderot e Goethe: notas sobre pintura. Rapsódia, (13), 23 - 46. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rapsodia/article/view/165282
Seção
Artigos