Persistência de volatilidade e efeito de inventário nos mercados de futuros de grãos: evidência de um modelo recursivo

  • Rodrigo Lanna Franco da Silveira University of Campinas
  • Leandro dos Santos Maciel Federal University of São Paulo
  • Fabio L. Mattos University of Nebraska
  • Rosangela Ballini University of Campinas
Palavras-chave: Volatilidade, Persistência da volatilidade, Inventory effect, Mercado futuro de grãos

Resumo

Neste artigo, os autores procuraram investigar a persistência da volatilidade e inventory effect nos mercados futuros de grãos no período entre 1959 e 2014. A inovação do estudo consistiu na aplicação de um modelo de volatilidade recursivo TARCH(1,1) com rolagem das estimativas a partir de uma janela de tempo de quatro anos. Os resultados apontaram para uma alta persistência da volatilidade condicional nos mercados de milho e soja. Além disso, observou-se a presença dos efeitos sazonalidade, inventory e time-to-maturity na dinâmica de volatilidade dos preços de ambos mercados. Verificou-se ainda uma queda na persistência de curto-prazo no período recente, o que levou a uma diminuição da persistência de longo-prazo e da meia-vida nos mercados em estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-01
Como Citar
Silveira, R., Maciel, L., Mattos, F., & Ballini, R. (2017). Persistência de volatilidade e efeito de inventário nos mercados de futuros de grãos: evidência de um modelo recursivo. Revista De Administração, 52(4), 403-418. https://doi.org/10.1016/j.rausp.2017.08.003
Seção
Finanças & Contabilidade